Brasileira e filho são atropelados na saída da creche em MA e amigos pedem ajuda

Eles foram atingidos por um carro na Washington St., em Peabody (MA), ao atravessarem a rua

0
1687
Marly-Araujo-e-Nathan-Vieira
Marly-Araujo-e-Nathan-Vieira

A brasileira Marly Araújo e o filho Nathan Vieira, de 4 anos, foram atropelados quando saíam da creche na Washington St., em Peabody (MA), no dia 15 de novembro, quando atravessavam a rua para encontrar o pai da criança, que estava esperando do lado oposto. Eles foram levados a um hospital em Boston (MA). As informações são do canal de TV Boston 25 News.

“Eu vi a criança e a mãe dele no chão e um monte de pessoas em volta deles”, relatou Leslie Weinberg. “Eu quero dizer, eles foram atingidos por um carro, jogados provavelmente 15 (4.5 metros) a 20 pés (6 metros), então, não foi uma cena bonita”.

A polícia informou que o motorista do carro permaneceu no local e um morador na área relatou que ele parecia abalado também. “Ele parecia ser um homem bom”, disse Weinberg. “Ele não pretendia atropelar ninguém”.

Os vizinhos tentaram ajudar, segundo um funcionário da creche que testemunhou o acidente. “Ela estava nervosa, chorando eu conseguia entende-la muito pouco”, relatou Tony Coimbra.

Os pais de crianças que costumam atravessar a mesma rua disseram que algo deve ser feito com relação são trecho movimentado da via. Quem costuma passar pela região afirma que acidentes são constantes na via.

“Eu tenho medo disso porque os meus filhos atravessam a rua todo o tempo aqui”, disse Melissa Troisi.

O Departamento de Polícia de Peabody disse que mãe e filho sofreram “ferimentos significativos”. Eles estão internados no Mass General Hospital.

Campanha beneficente

Amigos da família criaram uma página no GoFundMe para ajudar nas despesas com o acidente. Segundo informações contidas na página, os dois permanecem internados.

“Marly trabalha como house cleaner por conta própria e está sem condições de trabalhar. O marido dela também está trabalhando pouco porque a esposa e o filho estão no hospital. Por isso, pedimos ajuda”.

Até esta segunda-feira (26), $16.250 foram arrecadados.