Brasileiro acusado de estelionato é preso na Flórida

Robinson teria lesado vários brasileiros em Orlando e Massachusetts em golpe na compra de carros

0
17883
Robinson-Pinheiro-Costa-Filho
Robinson-Pinheiro-Costa-Filho

DA REDAÇÃO, COM BRAZILIAN TIMES – O brasileiro Robinson Costa Filho, de 42 anos, foi preso na quinta-feira (23), em Orlando. Ele estaria dirigindo um carro roubado e foi detido em um motel, numa região onde é frequente a prostituição. O brasileiro ficou detido na Penitenciária do Condado de Osceola, Flórida, mas saiu pouco tempo depois de pagar a fiança.

Robinson, conhecido popularmente pelo apelido de “Robão”, é acusado de ter lesado vários brasileiros em Orlando e Massachusetts em golpes em que se passava por agente de vendas de automóveis.

Calcula-se que ele tenha faturado até $600 mil com essas transações ocorridas no Brasil e Estados Unidos. O suspeito também é acusado de falsificação do cartão de Social Security e carteira de motorista, o que nos EUA é considerado crime federal.

O brasileiro Marco Quintão, morador de Orlando, é uma das vítimas de Robão. Em entrevista ao AcheiUSA ele disse que Robão se passava por agente de uma concessionária de automóveis e dizia que tinha licença para vender carros de luxo. Segundo Marco, ele oferecia carros por um preço atrativo, justificando que comprava esses carros em leilão, convencia as vítimas a entregarem o dinheiro para ele e, como garantia, dava cheques no valor da negociação. Esses carros nunca chegaram na Florida e quando as vítimas depositavam os cheques para tentar reaver o dinheiro pago, o cheque era sem fundo, roubado ou ainda a conta estava encerrada.

“Dei para ele $30 mil para a compra de um carro de luxo e ele me deu cheques pessoais como garantia, mas o carro não chegava nunca. Cada dia era uma desculpa. Os primeiros cheques eram descontados normalmente, depois, já dava conta encerrada. Conheço várias pessoas lesadas por ele”.  Quintão conseguiu recuperar $2,7 mil do total perdido.