Brasileiro agride comissária em voo de SP para Nova York e piloto faz pouso não programado    

Aeronave, que ia do aeroporto de Guarulhos para o JFK, parou em San Juan, no Porto Rico, por causa da briga. Passageiro foi algemado e retirado do avião

0
3409
Delta Air Lines tem política de tolerância zero para comportamentos inadequados (foto: Pixabay)

Uma confusão em um voo da Delta Airlines que ia de São Paulo para Nova York forçou o piloto da aeronave a fazer um pouso não programado em Porto Rico, nesta terça-feira (12).

Segundo a companhia, a briga começou no meio da madrugada, pouco depois de o voo 472 decolar do aeroporto de Guarulhos. Um brasileiro que estava no avião, segundo outros passageiros, começou a agressão a uma comissária e a outro passageiro. Ele foi imobilizado e, pelos alto-falantes, o comandante do voo anunciou que faria um pouso não programado por causa do ocorrido.

Ainda não se sabe o que motivou a agressão. Quando o avião pousou, havia manchas de sangue dentro da aeronave, segundo relatos de passageiros.

O agressor foi algemado e retirado da aeronave por policiais. O voo seguiu para o seu destino em Nova York.

“A Delta tem tolerância zero para comportamentos inadequados em nossos aeroportos e aeronaves, já que nada é mais importante que a segurança de nossos clientes e pessoal”, frisou a companhia, em nota enviada ao G1.