Brasileiro de Boca Raton é preso acusado de fraudar $2,5 milhões do auxílio covid-19

Dinheiro recebido em nome da empresa de pintura Complete Home Care pagar supostos funcionários teria sido usado para comprar carros e investir em criptomoedas

0
3866
Condenação de fraude eletrônica nos EUA prevê uma sentença de até 20 anos de prisão (foto: Pixabay)
Condenação de fraude eletrônica nos EUA prevê uma sentença de até 20 anos de prisão (foto: Pixabay)

O brasileiro Vinicius Santana, de 34 anos, morador de Boca Raton, na Flórida, foi preso na segunda-feira (6) no Miami International Airport sob acusação de fraude eletrônica. Segundo promotores federais, ele mentiu para receber $2,5 milhões do programa de empréstimo do governo para ajudar empresas a evitar demissões durante a pandemia de covid-19.

O U.S. Justice Department alega que Santana solicitou recursos do Paycheck Protection Program (PPP) pelo menos quatro vezes em abril de 2020 em nome da companhia de pintura Complete Home Care LLC , com sede em Revere, Massachusetts, onde ele morava anteriormente. Nos três primeiros pedidos o acusado declarou empregar cinco funcionários e ter uma despesa de aproximadamente $18 mil por mês com folha de pagamentos. Mas o auxílio foi negado.

Na quarta tentativa, o brasileiro foi mais ousado e alegou falsamente ter 154 trabalhadores e um gasto mensal de em média um milhão dólares. Em 11 de maio de 2020, o requerimento foi aprovado e ele recebeu um depósito de $ 2,5 milhões em sua conta bancária com base nas supostas declarações falsas.

Os documentos judiciais acusam Santana de usar a verba para comprar e pagar parcelas de vários carros, incluindo um Audi no valor de $90 mil. Além disso, ele transferiu $ 900 mil para uma conta na Kraken, uma exchange de criptomoedas. Conforme as autoridades, em apenas quatro meses, o saldo da Complete Home Care caiu significativamente, até a conta da empresa ser encerrada e a companhia dissolvida por ordem judicial.

Vinicius Santana compareceu a um tribunal de Miami nesta quarta-feira (8) e aguarda julgamento também em Massachusetts.  Se condenado, ele pode pegar até 20 anos de prisão e ter que pagar multa de $ 250 mil, ou o dobro do ganho ou perda bruta do esquema, o que for maior.