Brasileiro de cinco anos está entre os desaparecidos em desabamento de prédio em Surfside

No local, clima é de tristeza e muita apreensão para familiares e amigos dos 159 desaparecidos que estão entre os escombros do edifício

0
2545

Um menino de cinco anos está entre os desaparecidos no desabamento do prédio de 12 andares, em Surfside (FL), na madrugada de quinta-feira (24). A informação foi confirmada pelo Consulado-Geral do Brasil em Miami.

No Facebook, a mãe do menino, Raquel Oliveira, confirmou que a tragédia ocorreu no prédio em que ela morava e disse que ainda não tem notícias do marido, que é italiano, e do filho. Ela contou que havia viajado para o Colorado no dia anterior, para visitar a família, e foi acordada com a notícia do desabamento.

“Obrigada por tudo que cada um está fazendo, me sinto muito apoiada. Nesse momento realmente não preciso de nada, só saber deles. Toda a minha vida estava naquele apartamento”, escreveu. Ela confirmou que já forneceu material genético para comparação com as crianças que forem encontradas no local.

Nas proximidades de onde o edifício desabou, o clima é de muita tristeza e apreensão. Um forte cheiro de fumaça permeia as redondezas. Um espaço para os familiares que aguardam por notícias foi criado nas proximidades do local do desabamento, com banheiros químicos, água e alimentos.

Com o passar das horas, os familiares e amigos vão perdendo a esperança de encontrar seus entes queridos com vida. Muitos reclamam que as equipes de resgate não estão agindo com rapidez. “Em situações como esta, não há tempo a perder, cada segundo é importante. O que temos sentido é que está demorando muito para haver qualquer progresso nas buscas”, afirma Abe Dats, membro de uma comunidade judaica vizinha ao local da tragédia e amigo de 15 moradores do edifício.

A prefeita de Miami-Dade, Daniella Levine Cava, disse que entende a apreensão dos familiares e, que se pudesse, subiria nos escombros e “cavaria com as próprias mãos”. “Eu entendo a apreensão da família, mas posso garantir que todo o possível está sendo feito”, disse.

Primeira vítima identificada

A primeira vítima fatal do colapso do edifício em Surfside foi identificada nesta sexta-feira. Stacie Fang, de 54 anos, era mãe de Jonah Handler, que foi retirado com vida dos escombros na quinta-feira. Ela morreu no hospital, horas depois de ter sido resgatada.

“Não tenho palavras para descrever a perda trágica da nossa amiga Stacie. Nossas famílias estão devastadas e agradecem todo o apoio e carinho recebidos neste momento de tanta dor”, escreveu a família em comunicado.

As buscas continuam ao longo da noite desta sexta e durante todo o fim de semana.