Brasileiro é baleado no pescoço e morre em Massachusetts

Nélio Barbosa, de 34 anos, foi atingido enquanto dirigia seu veículo na área de Wonderland Ballroom, em Revere (MA), na sexta-feira (2); ele foi levado para o hospital e morreu no domingo (4)

0
3527
Nelio Barbosa foi assassinado em Massachusetts (Foto: Reprodução/Facebook)

O brasileiro Nélio Barbosa, de 34 anos, levou dois tiros no pescoço no fim da tarde de sexta-feira (2), na movimentada Rota 1-A, região de Wonderland Ballroom, em Revere (MA). Segundo informações da polícia de Massachusetts, um outro veículo parou do lado do carro do brasileiro e o ocupante efetuou os disparos.

Quando perceberam o que aconteceu, pessoas que passavam pelo local pararam para tentar ajudar a vítima. “Eu vi dois buracos na janela do carro e um homem ferido no pescoço”, disse uma testemunha.

Nélio foi levado para o Massachusetts General Hospital em estado gravíssimo e acabou morrendo no domingo (4).

O caso está sendo investigado e há possibilidade de que Nélio tenha sido morto por engano.

O jornalista Eduardo Oliveira, do programa ‘A Hora da Notícia’, entrevistou a irmã da vítima, Marlene Barbosa. Ela disse que falou com o irmão pela última vez no dia 25 de julho. Ela disse que ele estava tranquilo, era uma pessoa sempre de bem com a vida e feliz. “Um primo viu a reportagem e identificou o carro, fomos até a polícia, que confirmou que infelizmente era o meu irmão”.

“Meu irmão era um sonhador. Perdemos nossa mãe muito cedo, ele tinha apenas três anos. Os irmãos foram criados por outras pessoas e ele acabou vindo para os EUA com 18 anos, já que tínhamos duas irmãs que moravam aqui”.

Marlene disse que Nélio era o caçula e o único homem de oito irmãos. Ele morou em New York e, posteriormente, se instalou em Boston, onde abriu uma empresa de envelopamento de veículos. “Ele estava muito feliz com a empresa. Era uma pessoa tranquila, que nem bebia, não fazia mal para ninguém”.

A família espera agora que qualquer informação seja dada à polícia e quer justiça. O corpo de Nélio deverá ser cremado e as cinzas permanecerão nos EUA, País que ele adotou como seu.