Brasileiro é punido por invadir Capitólio no dia 6 de janeiro

Imagens analisadas pela Justiça mostram apoiador de Donald Trump dentro do Congresso no dia da invasão; ele foi condenado à liberdade condicional e pagamento de multa

0
1046
Fotos divulgadas pela Justiça americana mostram o brasileiro Eliel Rosa durante invasão ao Capitólio, em janeiro de 2021 — Foto- Departamento de Justiça dos EUA

A Justiça americana condenou o brasileiro Eliel Rosa, de 53 anos, a pagar multa e cumprir um ano em liberdade condicional por ter invadido o Capitólio, sede do Poder Legislativo, no dia 6 de janeiro. Nesta data, apoiadores do ex-presidente Donald Trump invadiram o Capitólio e, no tumulto, cinco pessoas morreram e diversas ficaram feridas.

De acordo com informações do Departamento de Justiça, Eliel Rosa viajou do Texas para Washington, motivado por um post de Trump no Twitter, em que o republicano convocava apoiadores a uma manifestação, alegando fraude nas eleições. Ele teve a companhia de uma amiga, Jenny Cudd, que também participou do protesto.

O brasileiro, que se declarou culpado, contou à polícia que ouviu tiros, estrondos e sentiu cheiro de gás lacrimogêneo.

Ele foi fotografado dentro da sede do Legislativo e também aparece em imagens de câmeras de segurança. Rosa chegou a postar no Facebook um registro, em que aparece ao lado de uma amiga dentro do Capitólio.

O brasileiro foi indiciado por obstrução de procedimento oficial, entrar e permanecer em um prédio ou terreno restrito e conduta desordenada e perturbadora.

Segundo informações da CBS, o brasileiro veio para os Estados Unidos em 2016 com a esposa fugindo de perseguição política. Eles conseguiram asilo político em outubro de 2018. (Com informações do G1 e CBS)