Brasileiro é resgatado das ruas de Boston e revela talento artístico

Mineiro de Governador Valadares vivia há três anos como mendigo e recebeu ajuda dos conterrâneos. Série de quadros pintados por ele esgotou rapidamente

0
2474
Sam Lee e Júnior (foto: Facebook)
Sam Lee e Júnior (foto: Facebook)

Sam Lee mora nos Estados Unidos há 17 anos e mantém canais nas mídias sociais voltados para brasileiros que sonham em se mudar para o país. No último dia 1º de fevereiro, entretanto, ele deu o primeiro passo para ajudar um conterrâneo que já cruzou a fronteira.

Nas ruas geladas de Boston (MA), Sam ‘Aqui Coisinha’ – como é conhecido na internet- deparou-se com Júnior, um mineiro de 57 anos que há três vivia como mendigo. “Eu virei mendigo e já tentei o suicídio duas vezes”, disse Júnior a Sam. 

A cena foi filmada e compartilhada na página do Facebook de Sam, que conta com mais de 300 mil seguidores. “Gente isso é inacreditável! Esse homem tem um talento fora do comum na área de arranjos florais, tanto natural como artificial. Ele esteve conosco aqui em Nashua há 5 cinco anos atrás. Tentamos ajudá-lo, mas ele simplesmente foi embora!” comentou uma seguidora.

 Sam e Júnior tornaram-se amigos e os encontros entre eles continuaram. “Está indo devagar, disse o influencer ao AcheiUSA, “as coisas não acontecem rápido quando se chega ao ponto de morar nas ruas”, acrescentou.

Não ficou claro os motivos que levaram Júnior a viver nas ruas. Mas, segundo o amigos, ele enfrenta problemas com álcool.

A repercussão da história alcançou outra brasileira que conhece Júnior e o convidou para ficar em sua casa. Ele resistiu por um tempo, mas acabou aceitando a ajuda. “Eu vou com ela, ela veio me ver”, disse o morador de rua entre lágrimas.

Ele também comentou que estava tendo aulas de pintura em uma igreja duas vezes por semana. 

Com essa informação, os conterrâneos o muniram com pincel, tela e tintas para continuar a praticar a arte. Em uma semana, ele  produziu sete telas abstratas cuja técnica revelou um talentoso artista plástico. “Ele descobriu essa arte depois que foi para as ruas”, disse Sam.

Abaixo, duas telas pintadas pelo artista.

Um leilão foi organizado pelo Instagram e, em pouco tempo, todos os quadros foram arrematados. 

Com o dinheiro, os amigos planejam pagar uma reabilitação para tratar do alcoolismo. “A gente precisa se aproximar mais das pessoas, às vezes têm artistas morando nas ruas e a gente não sabe”, declarou Sam, completando que estava “impressionado” com a quantidade de brasileiros em situação de rua na cidade de Boston.

“Nem todos têm oportunidades iguais quando vêm pra cá. A gente não pode ignorar as pessoas, a gente tem que se ajudar”, finalizou o influencer que também trabalha com limpeza de casas e sabe bem das dificuldades de um imigrante nos EUA.

Em Massachusetts qualquer pessoa que estiver enfrentando problemas relacionados ao uso abusivo de álcool pode obter ajuda pelo telefone: (800) 327- 5050.