Brasileiro leva MPB para a meca do rock’n’roll

Goiano de coração mato-grossense, o artista compõe o lineup do projeto ao lado de oito talentosos músicos e leva consigo influências que vão da MPB ao pop rock

0
1843
Cantor e instrumentista Raphael Koury (Foto: Estúdio Marães)
Cantor e instrumentista Raphael Koury (Foto: Estúdio Marães)

Que a música brasileira forma um enorme e rico patrimônio histórico e cultural não se discute. Agora, já imaginou expandir a fronteira desse oásis tupiniquim e, ao mesmo tempo, prestigiar outro legado musical americano? É com esta proposta que o cantor e instrumentista Raphael Koury representou o Brasil no evento “Open Hearts 2019”, no domingo (3.02), em Seattle, Washington.

Goiano de coração mato-
grossense, o artista compõe o lineup do projeto ao lado de oito talentosos músicos e leva consigo influências que vão da MPB ao pop rock. Com ingressos quase esgotados, o evento – que preza pelo intercâmbio cultural por meio da música – tem como proposta unir artistas e canções de ambas nacionalidades para criar algo único: uma ponte de luz, paz e amor. 

“Estamos todos bem empolgados. Na apresentação, uma banda de Seattle me acompanha. Eles estudaram pesado meu repertório – que começa com ‘Boa Noite’ de Djavan, passa por músicas de Tom Jobim, Zeca Baleiro e Tim Maia, assim como por canções internacionais de John Mayer, Jason Mraz e Ed Sheeran. É uma grande mistura. Aliás, o objetivo do projeto é exatamente esse: proporcionar a troca de ideias, influências e incentivar o trabalho em grupo”, explica Raphael.

Com quinze anos de estrada, o músico – que também atua como engenheiro civil – tem o feito a comemorar. “Apenas outro brasileiro integra o projeto e são basicamente dois cantores: eu e uma americana. Além disso, será um grande desafio: a banda que estará comigo deve tocar faixas autorais. Ensaiamos durante os finais de semana e o resultado está bem legal”, conta Raphael, que está atualmente em Vancouver, no mesmo estado, para estudar.