Brasileiro morre atropelado depois do show de Wesley Safadão em NJ

Homem de 43 anos estava saindo do show no domingo (1) quando foi atingido por um carro na Rota 21

0
4699
Woodvald-Garcia-de-Souza era conhecido como 'Gigante' e muito querido pelos amigos
Woodvald-Garcia-de-Souza era conhecido como 'Gigante' e muito querido pelos amigos

Na madrugada de domingo (1), Woodvald Garcia de Souza, de 43 anos, natural de Jauru (MT), mais conhecido como ‘Gigante’, morreu depois de ser atropelado quando saía do show do cantor Wesley Safadão, em Newark (NJ). O acidente aconteceu por volta de 1 am quando o brasileiro atravessava a McCarter Highway, também conhecida como Rota 21, quando uma SUV Blazer Chevrolet de cor bege avançou o sinal, detalhou Tiago Rocha, que havia ido ao espetáculo com ele. Os dois retornavam para casa juntos e a vítima atravessa a rodovia em direção ao veículo de Tiago, que havia ficado para trás para se despedir de amigos. As informações são do jornal Brazilian Voices.

Ainda conforme Rocha, a Blazer acelerou, atropelou Souza, parou um pouco mais à frente, o motorista pôs a cabeça para fora da janela, olhou para o brasileiro caído, balançou a cabeça e acelerou novamente, fugindo da cena do acidente. Pegos de surpresa, as testemunhas não tiveram tempo de anotar o número da placa do carro, que saiu cantando os pneus. Com o impacto da batida, a vítima foi jogada na calçada do outro lado da rua.

“Logo que eu cheguei ao hospital, vários médicos vieram conversar comigo e pediram para que eu me sentasse. Eles me informaram que o Gigante havia fraturado uma perna e um braço, teve traumatismo craniano e uma parada cardíaca, não resistindo e vindo a falecer”, relatou Rocha à equipe de reportagem do BV, na manhã de segunda-feira (2).

Querido pela comunidade

O brasileiro era popularmente conhecido pelos apelidos de “Worde Garcia” ou “Gigante”, ele trabalhava na construção civil e frequentava os restaurantes no bairro do Ironbound. Esclarecendo rumores, Tiago disse que o ex-funcionário e amigo não estava embriagado quando foi atropelado. Ele reclamou da falta de mais sinalização, já que a McCarter Highway é uma autoestrada e um grande número de pessoas compareceu ao espetáculo. Tiago afirmou não ter visto seguranças controlando o trânsito.

“Ele era simplesmente 100%. Ele era uma pessoa alegre e responsável”, disse Tiago, que compartilhou um apartamento com o ex-funcionário e amigo durante 6 anos.

Gigante vivia há aproximadamente 14 anos nos EUA, era solteiro, não tinha filhos e deixou uma irmã, sobrinhos e os pais, que residem na zona rural de Jauru (MT).

Os amigos criaram uma página no GoFundMe para angariar fundos para as despesas com o funeral.

A produção do show de Wesley Safadão nos EUA informou que havia seguranças do lado de fora orientando os pedestres para atravessarem a rodovia na faixa e em segurança.