Brasileiro professor de jiu-jitsu é preso acusado por sexo com garota de 17 anos em Naples (FL)

De acordo com a polícia, Marcel Gonçalves mantinha um relacionamento com a menor, o que é proibido por lei

0
5134
O brasileiro foi afastado de suas atividades na academia
O brasileiro foi afastado de suas atividades na academia

O brasileiro Marcel Gonçalves, de 31 anos, foi preso terça-feira (13) por manter um relacionamento com uma jovem de 17 anos em Naples (FL). De acordo com a legislação do Estado da Flórida, é contra a lei manter relações sexuais com menores de 18 anos. A exceção é se um jovem de 16 e 17 anos mantiver uma relação consensual com pessoas de no máximo 23 anos.

De acordo com a polícia do condado de Collier, os dois mantinham um relacionamento desde dezembro do ano passado e eles também tiveram relações sexuais na academia onde o professor de jiu-jitsu dava aulas.

A polícia tentou prender Marcel no dia 9, mas ele estava disputando um campeonato na Califórnia. Quando questionado pela polícia na terça-feira, ele confessou que estava mantendo um relacionamento amoroso com a menor de idade.

Marcel, que é faixa preta no esporte e já ganhou vários prêmios, é muito querido por seus alunos e por professores da academia. Ele foi demitido da academia. “Eu estou chocado, estamos todos chocados. Ninguém sabia que Marcel faria uma coisa como essa. Eu não acredito que isso aconteceu”, disse o proprietário da academia Fight Sports, Keith Rummel. O professor trabalhava na academia há três anos e meio.

Ele compareceu à audiência na Corte e foi acusado por manter relações sexuais com um menor de idade.

Marcel Goncalves
Marcel Goncalves