Brasileiro vem aos EUA encontrar o pai que não via há mais de 15 anos

Após matéria veiculada pelo AcheiUSA, Clauber Bonatto reencontra o pai, irmãos tios e primos que vivem na Flórida

0
854

O brasileiro Clauber Bonatto, de 32 anos, que vive em Vitória (ES), depois de contar com a ajuda dos leitores do AcheiUSA para encontrar o pai Sebastião Cláudio da Silva em julho, veio pessoalmente encontrar a família que vive na região de Pompano Beach (FL). Pai e filho visitaram a redação do jornal na segunda-feira (28) e agradeceram o apoio para ajudar Clauber a encontrar o pai que não via há 15 anos e não tinha qualquer tipo de notícia.

“Agradeço ao jornal e ao meu amigo Juquinha que foi quem me deu a ideia de pedir ajuda para o jornal. Estou muito feliz. Conheci meus três irmãos, meus tios e primos. E revi meu pai depois de tantos anos. Estou muito feliz”, disse Clauber.

O pai de Clauber, Sebastião, mais conhecido na comunidade como “Pato Rouco”, está feliz por ter reencontrado o filho que, segundo ele, perdeu o contato quando Clauber e a mãe se mudaram do Maranhão para Vitória. “Eu o vi duas vezes, da última, estavam vivendo no Maranhão e fui até lá ver meu filho. Depois disso, eles voltaram para Vitória e eu fiquei sem saber do paradeiro. Agora conversando com ele, descobri que passei em frente do local onde ele trabalha por duas vezes”, disse Sebastião que tem uma empresa de construção civil na região de Pompano Beach e vive no sul da Flórida há 28 anos. “Tenho que agradecer a vocês por terem me colocado em contato com meu filho. Tenho também uma neta linda, quero que ele venha morar aqui com a família”, disse o pai que é cidadão americano e dará entrada nos papeis para legalizar Clauber.

A tia do jovem, Vilma Gallant, que vive em Deerfield Beach há mais de 15 anos, disse estar muito feliz por ter reencontrado o sobrinho. “Eu o vi uma vez quando ele era adolescente em Vitória, mas perdemos todo o contato. Todos da família estão felizes por reencontrar o Clauber”, disse a tia. Vilma estava em casa e recebeu o telefonema de outra irmã falando sobre a reportagem no AcheiUSA e logo entrou em contato com a redação do jornal e ligou para o sobrinho.

Entenda o caso
Clauber Bonatto pediu ajuda ao jornal para encontrar o pai Sebastião que ele sabia que vivia em Pompano Beach há mais de 30 anos. Quando Clauber nasceu, o pai voltou para os EUA e ele ainda era um bebê. Depois, tiveram mais dois encontros rápidos no Brasil quando ele tinha 15 e outro aos 19 anos e nunca mais teve qualquer tipo de notícia, até a veiculação da reportagem.