Brasileiros apreendidos quando tentavam entrar ilegalmente nos EUA recebem assistência do Itamaraty 

Os 183 imigrantes foram flagrados em dois grupos que saíram do México

0
1107
Brasileiro é resgatado de canal na fronteira dos EUA com o México (Foto: Divulgação/CBP)
Brasileiro é resgatado de canal na fronteira dos EUA com o México (Foto: Divulgação/CBP)

Ser diplomata nos Estados Unidos é um cargo cobiçado. No entanto, o Consulado-Geral do Brasil em Los Angeles está tendo muito trabalho ultimamente. Como representante brasileiro do Ministério das Relações Exteriores está acompanhando a situação dos 183 brasileiros apreendidos que tentavam entrar ilegalmente nos Estados Unidos, na semana passada. Os imigrantes foram detidos em dois grandes grupos que saíram de Tijuana, no México, e tentavam chegar a San Diego, na Califórnia.

De acordo com o Itamaraty, a assistência aos brasileiros é fornecida “independentemente de sua situação imigratória, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local”.

Os brasileiros foram levados para uma unidade da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP). O órgão americano informou que tem encontrado dificuldade para se comunicar com os imigrantes que não falam espanhol.

Ao todo, foram 224 pessoas apreendidas nos dois grupos. Além dos brasileiros, havia imigrantes ilegais de Serra Leoa (4), Peru (4), Nepal (4), Nicarágua (2), Nigéria (2), Haiti (2), Gâmbia (1), Índia (1), Cuba (3 ), Romênia (8), Colômbia (8) e México (2).

“Com 13 países diferentes consistindo principalmente de migrantes que não falam espanhol, o Setor do CBP em San Diego precisa de recursos para suporte de tradução, o que pode sobrecarregar o processo de trabalho do caso”, informou o órgão do DHS em comunicado à imprensa.

A primeira apreensão ocorreu em 23 de julho, aproximadamente às 6:40pm, quando os agentes encontraram um grupo de 123 migrantes que cruzaram ilegalmente para os EUA perto de Imperial Beach.

A segunda foi em 26 de julho, por volta de 1:45am. Os agentes da CBP encontraram 101 imigrantes que entraram ilegalmente no país por um tubo de drenagem na fronteira perto de Imperial Beach.

Os coiotes responsáveis pelo tráfico das pessoas usaram um maçarico para cortar o tubo, que vai de um país ao outro, para os imigrantes passarem pelo duto.

Resgate

Também na semana passada, um brasileiro foi resgatado de um canal na fronteira do México com os Estados Unidos, no bairro de Ysleta, na cidade americana de El Paso. O imigrante havia saltado o muro, no município mexicano de Ciudad Juarez, antes de se jogar no curso d’água.

A CBP informou, em nota, que o brasileiro pulou na água ao ser flagrado pelos agentes. Ele estava acompanhado de um imigrante ilegal equatoriano. O resgate foi feito em 22 de julho e divulgado na última terça-feira (26) pelo órgão americano.

Para resgatar os imigrantes, um dos agentes se apoiou em um degrau da escada do canal e conseguiu retirar os imigrantes com segurança. Ele usou um dispositivo de flutuação amarrado na ponta de uma corda de resgate.

A dupla foi resgatada a 2,4 km do local onde saltou. Os dois imigrantes receberam atendimento médico e, posteriormente, foram levados para a sede da CBP em El Paso. Ambos foram processados.