“Brasileiros chegam à fronteira usando roupas de grife e bolsas da Gucci”, diz senador republicano

Senador Lindsey Graham disse em entrevista à Fox News que “a crise na fronteira não é mais uma questão econômica”, citando os brasileiros como exemplo

0
5555
Senador Republicano Lindsay Graham (Foto Gage Skidmore - Flickr)

O senador Lindsey Graham, do Partido Republicano, disse em entrevista à Fox News esta semana que imigrantes brasileiros estão chegando à fronteira dos Estados Unidos com o México, “usando roupas de grife e bolsas da Gucci”.

O comentário do republicano veio durante uma discussão sobre a crise na fronteira e sobre o fato de o governo anunciar a suspensão de blitz para prender trabalhadores indocumentados.

“O que o Mayorkas (Alejandro Mayorkas, diretor do Homeland Security) fez, cancelando as blitz do ICE em locais de trabalho, serve para incentivar as pessoas a virem para os Estados Unidos. Você vem, pede asilo e nunca mais vai embora”, criticou o senador.

“Nós tivemos mais de 40 mil brasileiros atravessando a fronteira. Eles seguem para Connecticut vestindo roupas de grife e bolsas da Gucci. A imigração não está acontecendo por questões econômicas, como era anteriormente”, disse o senador.

Graham reiterou seus comentários ao Washigton Post em entrevista e disse que presenciou “pessoas muito bem-vestidas” quando visitou a fronteira no Arizona. “Normalmente, quando você vai à fronteira, você vê pessoas vestindo trapos e parecendo que atravessaram o inferno para chegar até ali. Desta vez, eu vi dezenas de imigrantes que pareciam estar chegando para fazer check-in em um hotel”.

Durante o ano fiscal de 2021, mais de 46 mil brasileiros foram presos, comparados com 17.900 em 2019.