Governo anuncia fim de blitz imigratórias para prender trabalhadores indocumentados

Foco, a partir de agora, será nos empregadores que exploram trabalhadores em documentos

0
4640
Batida-do-ICE-em-supermercado da Califórnia prendeu 26 imigrantes em 2019

O Departamento de Homeland Security (DHS) anunciou esta semana que não vai realizar operações em locais de trabalho para prender imigrantes indocumentados. A partir de agora, o foco será nos empregadores que, segundo o governo, “exploram a vulnerabilidade de imigrantes sem autorização para trabalhar nos Estados Unidos”.

De acordo com o secretário de Homeland Security, Alejando Mayorkas, o objetivo da medida é proteger esses trabalhadores, caso queiram registrar queixas contra o seu empregador. Mayorkas orientou que a agência imigratória proteja esses trabalhadores da deportação enquanto as suas reivindicações são investigadas.

O governo destacou que muitas empresas exploram a falta de status imigratório desses trabalhadores com baixos salários, tráfico humano e exploração infantil. Mayorkas disse que as investigações mostram que essas blitz punem, na maior parte das vezes, o imigrante e não o empregador.

“As operações do ICE em locais de trabalho resultam na prisão de centenas de trabalhadores e não eram focadas em punir os donos de empresas que exploram esses imigrantes”, disse o secretário.

A iniciativa foi elogiada pelo National Immigration Law Center. “Essa medida do governo vai garantir que esses imigrantes que trabalham em escolas, fábricas, processadoras de alimentos, hospitais, construção e em outros lugares, possam trabalhar em paz e denunciar casos de exploração”.