Brasileiros continuam bem na Libertadores

0
1909

A cada rodada a Copa Libertadores da América vai ficando com cara de Campeonato Brasileiro. Os times do Brasil, por serem mais estruturados e ricos do que seus congeners da América do Sul, conseguem formar equipes melhores e, com isto, vão despontando como candidatos ao títulos. Grêmio, que jogou na quinta-feira (27) contra o Guarani do Paraguai vem também fazendo boa campanha e dividia a liderança do Grupo 8 com o próprio adversário, ambos com 7 pontos, seguidos de perto pelo Deportes Iquique do Chile, com 6 pontos. Zamora da Venezuela não marcou nenhum ponto na competição até agora. No Grupo 7, Chapecoense está em situação difícil e pode ser o único Brasileiro a não passer de fase. Na quinta-feira, enfrentou o Nacional de Montevidéu, no Parque Central. Um mau rersultado do Verdão catarinense deixa a equipe de Chapecó em má stuação na chave.

Galo dá o troco no Libertad

O Libertad do Paraguai havia derrotado o Atlético-MG em Assunção pelo placar de 1 a 0, obtendo assim sua primeira vitória na competição. A alegria dos paraguaios, no entanto, durou pouco porque na quarta-feira (26) o Galo devolve a derrota com juros ao bater o time paraguaio por 2 a 0 (gols de Robinho e Cazares) no Estádio Independência em Belo Horizonte. Com este gol, Robinho passa a integrar o seleto grupo de artilheiros brasileiros na competição continental ao lado de Pelé e Zico. A vitória colocou o Alvinegro das Alterosas na liderança do Grupo 6 juntamente com Godoy Cruz, da Argentina. O time dos hermanos, porém, jogou na quinta-feira (27) e um simples empate contra o fraco Sport Boys da Bolívia deixa o time argentine isolado na liderança da chave. Na próxima rodada,  marcada para a semana que vem, o Galo recebe o Spoprt Boys e o Godoy Cruz será visitado pelo Libertad. Tudo indica que as duas equipes carimbarão suas passagens para as oitavas de final e a última rodada, que reunirá Galo e Godoy Cruz, verá servir para definir quem será o campeão do Grupo 6. A vantagem é do Atlético-MG por jogar em casa.

No choque dos Rubro-negros deu Furacão

O Grupo 2 da Copa Libertadores da América é dos mais equilibrados, entretanto, são grandes as chances dos dois brasileiros desta chave se classificarem. Na semana anterior, Flamengo havia derrotado Atlético-PR por 2 a 1 no Maracanã e na quarta-feira (26) o Atlético-PR deu o troco ao vencer o Rubro-negro carioca também por 2 a 1 (gols de Thiago Heleno e Felipe Gedoz para o Furacão e William Arão para o Mengo) na Arena da Baixada. A vitória colocou o rubro-negro paranaense na liderança do grupo com 7 pontos, seguido por Flamengo, com 6, Universidad Católica, do Chile, com 5, e San Lorenzo, da Argentina, com 4 pontos. Na semana que vem, os Rubro-negros são mandantes em jogos decisivos. Enquanto o Furacão recebe o San Lorenzo, o Mengo será visitado pela Universidad Católica. Se ambos vencerem, os dois estarão classificados para a próxima fase.

O lado bonito do clássico sul-americano

Peñarol e Palmeiras fizeram uma partida épica na quarta-feira (26) no novo estádio dos Carboneros, batizado de Campeón del Siglo. O time que usa o uniforme nas cores preto e dourado jogou um primeiro tempo arrasador e foi para o vestiário com 2 a 0 a favor, graças aos gols de Affonso e Junior Arias. O técnico Eduardo Batista, que foi muito criticado por ter entrado com uma equipe medrosa ao usar um sistema com três zagueiros, foi ousado e trocou Vitor Hugo e Egídio por Tchê Tchê e William no vestiário. A segunda etapa do Verdão foi impecável. William mostrou que está em boa fase e marcou um golaço para recolocar o Alviverde paulistano no jogo. Depois, Yerri Mina subiu bem de cabeça para empatar o jogo e o próprio William definiu o placar em 3 a 2 ao marcar o gol da vitória em Montevidéu. O resultado praticamente garante o Verdão na próxima fase da Copa Libertadores da América, o que pode ser conseguido com um simples empate diante do Jorge Wilsterman da Bolívia na próxima semana em Cochabamba.

O lado feio do clássico sul-americano

Infelizmente o brilho da bela vitória do Palmeiras foi empanado pelo mau comportamento dos uruguaios. Após o apito final, os jogadores do Peñarol partiram para cima dos palmeirenses e começaram a agredi-los. Felipe Melo foi acuado e Fernando Prass cercado covardemente por quatro jogadores adversários, enquanto a polícia se omitia e os seguranças do Peñarol fecharam as portas de acesso ao vestiário para impedir a saída do jogadoes e comissão técnica do Palmeiras. Enquanto isto, o pau também estava comendo nas arquibancadas com torcedores das duas equipes se provocando. A irresponsabilidade dos dirigentes do Peñarol deverá ter sérias consequências para a equipe que deve ser punida exemplarmente, assim como Felipe Melo também deve pegar um gancho mais duro por ter se envolvido na briga.

Flu se garante na Primeira Liga

O empate em 1 a 1 com o Brasil de Pelotas no Rio de Janeiro serviu para o Fluminense garantir sua ida para as quartas de final da Primeira Liga, torneio que está ficando em segundo plano para os clubes. Pelo menos serviu para Abel Braga testar os garotos Maranhão e Danielzinho e ver o que eles podiam produzir. O chefão gostou do resultado, tanto que promete dar mais oportunidades aos garots. Danielzinho, inclusive, foi o autor do gol da classificação do Fluminense.

Copa do Brasil com classificados para a Libertadores

O Botafogo, que lidera o Grupo 1 junto com o Barcelona de Guayaquil com 7 pontos, esqueceu da Copa Libertadores da América e recebeu o Sport Club do Recife no Engenhão pela Copa do Brasil. O Fogão mostrou estar em boa fase e derrotou o Rubro-negro pernambucano por 2 a 1, com dois gols de Guilherme para o Glorioso e um de Samule Xavier para o Sport. E foi uma vitória de raça, porque o Alvinegro carioca saiu perdendo por 1 a 0, teve um jogador expulso e mesmo assim conseguiu a virada, graças também à portentosa defesa do arqueiro Gatito Fernandez no pênalti cobrado por Diego Souza. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 31 de maio na Ilha do Retiro. O ganhador da chave prossegue na competição enquanto o derrotado é eliminado.

Golaço de Bruno Henrique abre caminho para vitória santista

A exemplo do Bota, o Santos estreou com vitória na Copa do Brasil na quarta-feira (26) na Vila Belmiro. Com gols de Bruno Henrique e Copete, o Peixe derrotou o Paysandu e abriu uma boa vantagem para o jogo de volta, marcado para o dia 10 de maio no Mangueirão em Belém do Pará. Na semana que vem, o Santos recebe o Santa Fe da Colômbia e uma vitória em casa praticamente carimba a passagem do Alvinegro praiano para as oitavas de final da Copa Libertadores da América, pois lidera o Grupo 2, seguido por Santa Fe e The Strongest, da Bolívia, ambos com 4 pontos, e Sport Cristal do Peru, com apnas 2 pontos ganhos.