Brasileiros integrantes de gangue são presos acusados de crimes violentos em Massachusetts

Segundo o Departamento de Justiça, 14 membros do Primeiro Comando de Massachusetts foram presos; indocumentados foram entregues ao ICE

0
5059
Brasileiros membros de gangue foram indiciados pelo Departamento de Justiça de MA
Brasileiros foram indiciados pelo Departamento de Justiça de NY

Brasileiros integrantes da gangue denominada Primeiro Comando de Massachusetts (PCM) foram acusados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, distrito Massachusetts, por crimes de tráfico de armas, drogas, assaltos e sequestros. As informações são da Procuradoria Geral do Distrito de Massachusetts.

Segundo o documento, com o grupo foram apreendidos 27 revólveres, duas espingardas de cano curto, uma espingarda, um rifle e muita munição.

Entre os acusados e presos estão: Marcio Costa, de 28 anos, mais conhecido como Marcinho, morador de Malden (MA); João Pedro Marques Guimarães Gama, mais conhecido como “Baianinho”, de 21 anos, também morador de Malden; Breno Henrique da Silva, de 20 anos, que vive ilegalmente em Somerville; Alvaro dos Santos Melo, de 22 anos, também vive ilegalmente em Everett; Edson da Silva, de 19 anos, morador de Whitman; Igor Costa, de 20 anos, morador de Framingham; Vinícius Gonçalves de Assis morador de Revere; Rodrigo Tavares, de 19 anos, vive ilegalmente em Stoughton; Rony de Freitas morador de Lowell; Fernando de Oliveira, 24 anos, vive ilegalmente em Brighton.

O grupo começou a ser investigado em setembro de 2018 que atuava nesta região de Massachusetts há aproximadamente dois anos. Os documentos do tribunal mostram que o PCM estava envolvido em diversos crimes cometidos nas cidades de Boston, Malden, Everett, Somerville, Framingham e Peabody.

Entre os crimes cometidos pelo grupo estão um assalto à mão armada a um mercado de Boston; um assalto à uma pizzaria em Everett; um assalto à mão armada a um posto de gasolina em Weymouth; um sequestro de uma jovem., entre outros. Testemunhas informaram ainda que eles traficavam drogas e armas.

Os quatro imigrantes indocumentados integrantes do grupo foram presos pelo U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) e serão deportados em breve.

“As gangues que proliferam a violência são um flagelo em nossas comunidades”, disse o Procurador dos Estados Unidos, Andrew E. Lelling. “Nos últimos meses, membros do Primeiro Comando da Massachusetts têm cometido crimes graves e violentos: roubando descaradamente empresas, negociando drogas, traficando armas de fogo e até sequestrando uma jovem. Nós não vamos ficar de braços cruzados e permitir que esses criminosos interrompam a segurança e a paz de nossas comunidades. Deixe que as prisões e acusações de hoje sejam uma mensagem para os membros de gangues: se você ameaçar a segurança e o bem-estar dos residentes de Massachusetts, iremos prendê-lo e processá-lo usando todos os recursos federais à nossa disposição”.

Acesse o documento completo neste link.