Brasileiros no exterior têm até quarta-feira (4) para transferir o título de eleitor online

Segundo o TSE, todos os brasileiros maiores de 18 anos, incluindo os que moram fora do Brasil, devem votar ou justificar ausência no dia da eleição

0
1525
Eleitores devem apresentar um documento de identificação válido e comprovante de residência (Imagem: TSE)

Brasileiros que moram fora no Brasil e desejam participar das eleições presidenciais de outubro deste ano têm até a próxima quarta-feira (4), para tirar o título de eleitor ou registrar mudança no domicílio eleitoral. O processo é rápido e deve ser feito na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É necessário apresentar um documento de identidade válido e comprovante de residência.

Segundo a legislação, o voto é obrigatório para todos os brasileiros maiores de 18 anos, e os que estiverem no exterior devem votar ou justificar ausência no dia da eleição, independentemente do status imigratório. O exercício do voto, nesses casos, é exigido apenas na escolha  para presidente e vice-presidente.

Em regra, a votação no exterior ocorre nas representações diplomáticas do Brasil. Mas para este ano, o Ministério das Relações Exteriores solicitou a ampliação desses locais de votação por causa da grande quantidade de brasileiros aptos a votar em outros países. No início do mês de abril, o TSE divulgou que mais de 600 mil títulos estavam regularizados. Mais de 90 países terão zonas eleitorais, sendo que os EUA é um dos que tem maior número, com locais de votação em  Atlanta, Boston, Houston, Miami, Orlando, New York, San Francisco e Washington. 

Vale lembrar que para tirar ou renovar passaporte é preciso estar em dia com as obrigações eleitorais. Para regularizar seu título e votar nas eleições presidenciais deste ano clique aqui.