Brasileiros vão bem nas competições subcontinentais

0
323
Rony se tornou um dos principais artilheiros do Palmeiras na Libertadores, com 14 gols marcados (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Rony se tornou um dos principais artilheiros do Palmeiras na Libertadores, com 14 gols marcados (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Os clubes brasileiros, no geral, foram bem nas fase de classificação da Taça Libertadores da América e da Copa Sul-Americana. As decepções ficaram por conta de Red Bull Bragantino e América-MG, lanternas nos Grupos C e D da Libertadores e fora, portanto, das competições iinternacionais nesta temporada. Na Copa Sul-Americana, o único clube brasileiro a não se classificar foi o Cuiabá, que terminou na Terceira colocação do Grupo B.

Falando em coisas boas, porém, o saldo foi positivo e vamos dedicar espaço para todos os classificados, grupo a grupo.

O principal destaque foi o Palmeiras. O atual bicampeão consecutivo da Libertadores da América, com três taças conquistadas, confirmou o que muitos esperavam. Classificou-se em primeiro lugar no Grupo A, com 18 pontos conquistados, 25 gols marcados, 3 sofridos, e aproveitamento de 100% nos seis jogos disputados.

Grupo A

Palmeiras (18 pontos) e Emelec (8 pontos) classificados. Deportivo Táchira (7 pontos) disputará as oitavas de final da Copa Sul-Americana, enquanto o Independiente Petrolero, com apenas 1 ponto ganho, está eliminado. O campeão boliviano da temporada passada fez uma das piores campanhas na Libertadores da América em todos os tempos. O time marcou somente três gols e sofreu 26, devido a três goleadas – 5 a 0 e 8 a 1 para o Palmeiras e 7 a 0 para o Emelec.

O Palmeiras alcançou mais duas marcas históricas na atual edição da Copa Libertadores ao vencer o Deportivo Táchira por 4 a 1, na terça-feira (24), no Allianz Parque, pela última rodada do Grupo A da competição.

Já classificado antecipadamente, o Verdão garantiu a liderança geral entre todos os que avançam às oitavas de final e terá a vantagem do mando de campo nas próximas fases. Além disso, alcançou a melhor campanha e o melhor ataque da história da primeira fase da Libertadores.

Os dois recordes se somam a outros que o Verdão já havia conseguido durante a fase de grupos. Veja todos abaixo:

• Melhor campanha e ataque: om 18 pontos em 18 possíveis, o Verdão fez 25 gols até aqui e ultrapassou o River Plate de 2020 com o melhor ataque da história da primeira fase.Ao mesmo tempo, o time obteve a melhor campanha na história da primeira fase ao superar o Boca Juniors de 2015, que também somou 18 pontos em 18 possíveis e teve saldo de 17 gols pró (19 gols marcados e dois sofridos). O Verdão chegou aos 22 gols de saldo (25 gols a favor e três contra).

• Desde que a Libertadores passou a ter seis jogos na primeira fase, apenas quatro times conseguiram 100% de aproveitamento: o Vasco em 2001, o Santos em 2007, o Boca em 2015 e agora o Palmeiras.

• A primeira fase teve disputa dentro do elenco por mais uma marca: Rony e Raphael Veiga ultrapassaram o ex-meia Alex na lista dos goleadores máximos do Palmeiras na Libertadores.

Veiga, que não jogou nesta terça, terminou a fase de grupos com 14 gols, impulsionado pelos três que marcou na goleada por 5 a 0 sobre o Independiente Petrolero, na Bolívia. Rony jogou, fez um gol e foi aos mesmos 14, acirrando a disputa. Ambos superaram os 12 de Alex, campeão do torneio continental pelo Palmeiras em 1999.

• Rafael Navarro encerrou a fase de grupos com sete gols e lidera a tabela de artilheiros desta edição da Libertadores. Contratado do Botafogo, ele não tem tido tanta sequência com Abel Ferreira, mas brilha na competição continental, em que o técnico conseguiu rodar o elenco.

• Com vitórias sobre Deportivo Táchira, na Venezuela, Independiente Petrolero, na Bolívia, e Emelec, no Equador, o Palmeiras estendeu sua invencibilidade como visitante na Libertadores para 18 jogos, um recorde absoluto no torneio e que se estendeu em 2022. A última derrota do Palmeiras fora de casa na Libertadores foi em 2019, contra o San Lorenzo, por 1 a 0, na Argentina.

Grupo B

Aqui fomos obrigados a fazer um exercício de futurologia, pois as duas últimas partidas deste grupo foram disputadas na quinta-feira (26) à noite, quando a edição já estava fechada. Pelo restrospecto das equipes, as maiores probabilidades foram pela classificação do Libertad do Paraguai em 1º lugar, pois recebeu o time do The Strongest da Bolívia em Assunción, e do Athletico-PR em 2º lugar, uma vez que enfrentou o Caracas da Venezuela em sua casa, na Arena da Baixada em Curitiba.

Grupo C

Estudiantes de La Plata (13 pontos) e Velez Sarsfield (8 pontos), ambos da Argentina, foram as duas equipes classificadas neste grupo. O Nacional de Montevidéu (7 pontos) disputará as oitavas de final da Sul-Americana, enquanto o Red Bull Bragantino fez uma campanha bem aquém do que se esperava do atual vice-campeão da Sul-Americana e do investimento disponível pela equipe de Bragança Paulista, mantida pela multinacional Red Bull.

Grupo D

Sasha marca para o Galo, mas não impede a derrota do Atlético-MG em casa para o Tolima, que encerra a série invicta do clube na Libertadores (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)
Sasha marca para o Galo, mas não impede a derrota do Atlético-MG em casa para o Tolima, que encerra a série invicta do clube na Libertadores (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

Chega ao fim a maior série invicta da história da Libertadores. Após 18 partidas (e três anos sem derrota), o Atlético-MG foi derrotado pelo Tolima na noite da quarta-feira (25), no Mineirão. Os gols saíram todos no segundo tempo. Michael Rangel abriu o placar para o time colombiano, Sasha chegou a empatar para o Galo, mas, nos acréscimos, Lucumí deu números finais ao jogo: 2 a 1. Apesar da derrota, o Atlético avança às oitavas como líder do Grupo D. O Tolima também está classificado.

Com o resultado, o Atlético-MG fecha a participação na fase de grupos da Libertadores com 11 pontos. É a mesma pontuação do Tolima, que ficou em segundo, mas, com vantagem brasileira no critério de saldo de gols (o Galo tem 4, contra apenas um do rival colombiano). O Independiente del Valle-EQU ficou em terceiro e vai direto para as oitavas da Copa Sul-Americana, enquanto o América-MG se despede da competição na lanterna.

Grupo E

A exemplo do que fizemos com o Grupo B, aqui também nos baseamos nos desempenhos das equipes no torneio para projetar os dois classificados. De acordo com a lógica, o Corinthians obteve o primeiro lugar, com 11 pontos, deste grupo enquanto Boca Juniors (10 pontos) ficou com a segunda colocação. O Deportivo Cali (8 pontos) se classificou para as oitavas de final da Sul-Americana, enquanto o Always Ready, foi eliminado da competição, com 4 pontos.

Grupo F

Com uma atuação heroica em Santiago do Chile, Fortaleza derrota Colo Colo e está nas oitavas de final da Libertadores (Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)
Com uma atuação heroica em Santiago do Chile, Fortaleza derrota Colo Colo e está nas oitavas de final da Libertadores (Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)

Na primeira participação na Copa Libertadores, o Fortaleza fez bonito e conseguiu classificação para as oitavas de final da competição. O Tricolor foi dominante e não deu chances para o Colo-Colo, que precisava vencer para avançar. E a heroica passagem de fase do Tricolor do Pici se deu quando se achava que tudo estava perdido. Com apenas três pontos somados nos três primeiros jogos, o clube cearense partiu para arrancada, vencendo os dois jogos contra o Alianza Lima, arrancando empate com o favorito River Plate. Na última partida, um ‘mata-mata’ contra o Colo-Colo, mostrou força e venceu fora de casa por 4 a 3, com dois gols de Moisés, um de Pikachu e um de Silvio Romero, e dois de Ceballos e um de Leo Gil para o time de Santiago.

Com esse resultado, o Fortaleza terminou em segundo lugar atrás apenas do River Plate, que somou 16 pontos, e assegurou a segunda melhor campanha da fase de grupos ao golear o Alianza Lima por 8 a 1 em Buenos Aires, com seis gols de Julian Alvarez. O Colo Colo, por sua vez, disputará as oitavas de final da Sul-Americana, enquanto o Alianza Lima se despede do torneio, com apenas 1 ponto ganho e com a segunda pior campanha.

Grupo G

Esse grupo não teve participação de nenhum time brasileiro e mostrou o Colón na primeira posição com 10 pontos conquistados, enquanto o Cerro Porteño terminou na segunda posição com 8 pontos, mesma pontuação do rival Olimpia, que teve de se contentar em disputar as oitavas de final da Sul-Americana por ter um gol de saldo menos do que o rival paraguaio. O Peñarol de Montevidéu fez apenas 4 pontos e está eliminado. 

Grupo H

O Flamengo venceu o Sporting Cristal por 2 a 1 no Maracanã (gols de Ila e Pedro e de Gonzalez para o Cristal) , na despedida da primeira fase da Libertadores. A equipe já entrou classificada e a vitória ajudou a consolidar a posição entre os melhores primeiros colocados no mata-mata. Apesar do resultado, a torcida pegou no pé com o desempenho rubro-negro. 

O goleiro titular do Flamengo com Paulo Sousa falhou novamente na noite desta terça-feira. Após chute de Gonzáles a bola defensável do goleiro transformou o placar em 2 a 1 e ele ouviu vaias na única vez que segurou na bola depois da falha. As críticas vieram em uníssono de uma arquibancada que estava frustrada com o resultado e também com os seguidos erros do camisa 45.

O Rubro-negro fechou a fase de grupos com a terceira melhor campanha da fase de grupos, com 16 pontos ganhos, seguido pelo Talleres de Cordoba, com 11 pontos. A Universidad Catolica, com apenas 4 pontos ganhos, vai para as oitavas de final da Sul-Americana, enquanto o Sporting Cristal está eliminado.

Desempenho dos clubes brasileiros na Copa Sul-Americana

Que susto!

Foi no sufoco, mas o Santos está classificado às oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na noite da terça-feira (24), na Vila Belmiro, o empate por 1 a 1 com o Banfield, que teve dois jogadores expulsos no segundo tempo, não foi suficiente. O Peixe precisou contar com um gol da Universidad de Quito, na derrota por 3 a 2 para o Unión La Calera, para avançar nos gols marcados (7 a 6). Após o apito final, parte da torcida aplaudiu e outra parte, um pouco maior, vaiou. A equipe do técnico Fabian Bustos ficou bem perto de ser eliminada em casa de forma trágica. 

O Santos terminou a fase de grupos na liderança do Grupo C, com 11 pontos, mesma pontuação do Unión La Calera, mas com mais gols. A Universidad de Quito ficou em terceiro, com cinco, à frente do Banfield no saldo de gols.

Sem sustos

Já classificado para as oitavas de final da Copa Sul-Americana, o São Paulo venceu o Ayacucho por 1 a 0 na noite da quarta-feira (25), no Morumbi, e encerrou sua campanha no Grupo D com um time cheio de garotos. Entre os 11 titulares, 10 foram formados em Cotia, exceção feita ao zagueiro Miranda. E foi um desses garotos, Caio, que se destacou: aos 18 anos, fez boas jogadas e marcou o único gol da partida, que serviu apenas para o Tricolor cumprir tabela e ficar com a segunda melhor campanha da fase de grupos do torneio.

Colorado se classifica 

O Inter está classificado às oitavas de final da Copa Sul-Americana. Com atuação de luxo de Rodrigo Dourado, o Colorado goleou o 9 de Outubro por 5 a 1 na noite da terça-feira (24) no Beira-Rio. O volante fez três, dois deles de cabeça. Mina, contra, e Estêvão completaram o placar para os gaúchos. Caicedo anotou para os equatorianos. Apesar do placar dilatado, o primeiro tempo acabou empatado em 1 a 1. Dourado fez aos oito, mas o 9 de Outubro deixou tudo igual dois minutos depois. Na etapa final, os gaúchos deslancharam. Dourado aos três e aos 30, Orlin Quiñónez contra, aos 20 e Estevão aos 37 garantiram o resultado contundente. Com o resultado, o Inter terminou a fase de grupos em 1º lugar do Grupo E com 12 pontos. O 9 de Outubro ficou em último com quatro.

Dragão faz bonito

O Atlético-GO está classificado para as oitavas de final da Copa Sul-Americana! Na terça (24), o Dragão empatou por 1 a 1 com a LDU, em Quito, no Equador, e terminou a primeira fase na liderança do Grupo F. A classificação foi dramática e na raça. A LDU abriu o placar no primeiro tempo com Hoyos, mas o time rubro-negro voltou com tudo na etapa final e buscou o empate com Gabriel Baralhas, que entrou no intervalo. 

Com o empate, o Dragão termina a primeira fase na liderança do Grupo F, com 13 pontos. A LDU fica em segundo, com 11 pontos, e está eliminada. O adversário do Atlético-GO nas oitavas de final será definido em sorteio na próxima sexta-feira. O rival será um dos times que terminarem a terceira fase da Libertadores em terceiro lugar em seus respectivos grupos.

Vovô 100%

Ceará faz campanha fenomenal e realça futebol cearense no cenário sul-americano. Mendoza fez um dos gols da vitória do Vozão sobre o Independiente (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)
Ceará faz campanha fenomenal e realça futebol cearense no cenário sul-americano. Mendoza fez um dos gols da vitória do Vozão sobre o Independiente (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)

O Ceará levou a melhor em cima do Independiente novamente e conseguiu classificação inédita para a fase de oitavas de final da Copa Sul-Americana. Lindoso abriu o placar para o Alvinegro no primeiro tempo e Mendoza marcou o segundo gol da vitória por 2 a 0. O triunfo sacramentou a passagem de fase da competição com campanha irretocável. Foram 6 jogos e 6 vitórias, melhor campanha da fase de grupos da competição continental no Grupo G.

O Alvinegro não apenas estabeleceu a melhor campanha da história da competição no atual formato do torneio, com fase de grupos, como também conquistou a primeira vitória de um time nordestino em território argentino. Antes, Sport, Bahia, Fortaleza, CSA e Vitória encararam desafios em terras portenhas mas não saíram com triunfos. Marca quebrada, agora, pelo Alvinegro cearense.

Cuiabá no Grupo B e Fluminense no Grupo H ficaram pelo caminho. O Racing de Avellaneda venceu o Grupo B enquanto o Junior Barranquilla passou paa a próxima fase ao ter vencido o Grupo H.