Broward cria força-tarefa para combater o racismo no condado

Mulheres, negros, LGBTQ's e latinos estarão representados pela comissão formada por 37 membros

0
496
Força-tarefa identificará os entraves sociais que impedem a igualdade racial na região (foto: wikimedia)
Força-tarefa identificará os entraves sociais que impedem a igualdade racial na região (foto: wikimedia)

O Broward County Commission anunciou nesta quinta-feira (10) que irá formar uma força-tarefa para combater o racismo no condado.

Formada por 37 membros de diversas organizações que trabalham com comunidades marginalizadas, a força-tarefa identificará os entraves sociais que impedem a igualdade racial na região e, em seguida, criará estratégias para removê-los.

Um dos argumentos dos grupos é que eliminar o racismo irá promover “prosperidade econômica”.

“Se acabarmos com essas desigualdades poderemos fazer nossa economia crescer $ 5 trilhões nos próximos cinco anos”, disse V.C. Holness, ex-prefeito de Broward e membro da força-tarefa.  Ele citou o estudo Closing the Racial Inequality Gaps, desenvolvido pelo Citi GPS Group. Este estudo sugere que o racismo estrutural custou ao estado americano $16 trilhões nos últimos 20 anos.

Os dados mais recentes do Censo mostram que o condado de Broward possui uma representação quase igual entre brancos (34,8%), latinos (31,1%) e negros (30,2%). “Garantir que a força-tarefa refletisse de alguma forma que a diversidade sem minimizar a voz da comunidade negra era a chave, disse Holness.

Em 9 de dezembro, a Broward County Commission  aprovou uma medida que para proíbe empregadores de excluírem funcionários de eventos e reuniões baseados em seus penteados. O condado também discute a criação de um dia especial para celebrar o fima da escravatura.