Cadeirante é impedida de entrar em loja do interior de SP

O caso aconteceu na segunda-feira (7) e um boletim de ocorrência por injúria foi registrado na Polícia Civil

0
1199
Família relata humilhação em porta de loja
Família relata humilhação em porta de loja

Uma cadeirante de 23 anos foi impedida de entrar em uma loja de calçados no Centro de Itapetininga (SP) por falta de acessibilidade em uma das entradas.

Segundo a mãe da vítima, Maria Helena Santana, o caso aconteceu na segunda-feira (7) e um boletim de ocorrência por injúria foi registrado na Polícia Civil.

Maria conta que foi levar Any Caroline dos Santos junto com sua outra filha para comprar um sapato na loja que fazia uma promoção a “portas fechadas”. Porém, a única passagem aberta para os clientes era estreita para passar a cadeira e o vendedor informou que elas não poderiam entrar.

“Decidimos ir ao Centro comprar um sapato para Any e foi aí que tudo começou. Saímos de casa rindo e voltamos chorando, decepcionadas por um vendedor sem coração e insensível, que nos fez perder aquela tarde tão gostosa de compras”, conta a mãe.

A irmã de Any, Tatiane Santos, afirma que tentaram falar com o gerente da loja, porém nada foi resolvido. Por conta disto, a família registrou um boletim de ocorrência por injúria, procurou o Procon e entrará com uma ação contra o vendedor.