Brasil Manchete

Câmara aprova aumento de salários para presidente e congressistas no Brasil

O aumento escalonado de até 37,32% se aplica a salários de membros do Congresso Nacional, do presidente e vice-presidente da República e dos ministros de Estado

Em votação relâmpago, a Câmara dos Deputados aprovou decreto que eleva salários de congressistas. Foto: Reprodução

A Câmara dos Deputados aprovou, na terça-feira (20), em votação relâmpago, o aumento escalonado de até 37,32% para salários de membros do Congresso Nacional, do presidente e vice-presidente da República e dos ministros de Estado.

Atualmente, os congressistas recebem R$ 33,7 mil mensais e a cúpula do Executivo, R$ 30,9 mil. A partir de 1º de abril de 2023, os valores aumentam para R$ 41.650,92 (6%), passando para R$ 44.008,52 em 1º de fevereiro de 2024 (5,66%) e para R$ 46.366,19 a partir de 1º de fevereiro de 2025 (5,36%). O reajuste total, nos quatro anos, chega então a 37,32%.

Com a aprovação, o salário do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) passará de R$ 30,9 mil para R$ 46,3 mil.

A proposta, que visa recompor parcialmente o salário do presidente, vice-presidente, ministros, senadores e deputados diante da inflação acumulada nos últimos anos, foi votada também no Senado e será encaminhada à promulgação. O impacto da medida nos cofres públicos será de R$ 107,4 milhões em 2023, R$ 23 milhões em 2024, R$ 22,8 milhões em 2025 e R$ 25 milhões em 2026 — totalizando R$ 178,2 milhões em quatro anos.

Baixe nosso aplicativo