Câmara dos Deputados do Brasil aprova impeachment de Dilma

Processo agora segue para o Senado, onde precisará de 41 votos para passar

0
1968

A Câmara dos Deputados do Brasil aprovou nesta noite de domingo (17) o pedido de impeachment para a presidente Dilma Rousseff, ao alcançar os 342 votos de parlamentares favoráveis necessários para a aprovação. O processo segue agora para o Senado, onde deve ser votado em meados de maio.

Caso o Senado siga a decisão da Câmara,  a presidente ficará afastada do governo por 180 dias, aguardando julgamento. O processo precisará de 41 votos dos 81 senadores para ser aprovado.

Se passar também pelo Senado, assume o vice-presidente Michel Temer interinamente, até o julgamento definitivo, novamente no Senado, onde serão necessários os votos de 54 (dois terços) senadores do total de 81 para cassar o mandato da presidente.

Temer assumiria o posto, com o atual presidente da Câmara, Eduardo Cunha, como vice, até a nova eleição presidencial. Ele permaneceria no cargo até a posse do novo presidente escolhido nas eleições de 2018, em 1 de janeiro de 2019.