Campanha arrecada mais de $2,5 milhões para criança que perdeu pais em tiroteio no 4th of July em Illinois

Após os pais serem baleados, a criança foi retirada por outros participantes no meio da correria que o levaram para um local seguro; ele foi entregue aos avós

0
969
Menino de dois anos de idade foi entregue aos avós (foto: The Sun)
Menino de dois anos de idade foi entregue aos avós (foto: The Sun)

Uma campanha de arrecadação online criada para ajudar o pequeno Aiden McCarthy, de dois anos, que perdeu os pais no tiroteio em Illinois superou os 2,5 milhões de dólares nesta quarta-feira (6), segundo o site da campanha.

Irina e Kevin McCarthy, de 35 e 37 anos, assistiam ao desfile de 4th of July  em Highland Park quando um homem abriu fogo contra o público de cima do telhado de um prédio comercial. No meio da correria, os participantes do evento pegaram Aiden e o levaram para um local seguro. Posteriormente, a criança foi entregue aos avós. Além dos pais de Aiden, outras seis pessoas morreram no ataque e 30 ficaram feridas.

O suspeito de efetuar os disparos é Robert Crimo, de 21 anos. Ele é acusado de abrir fogo indiscriminadamente contra a multidão com um fuzil semiautomático. Após cometer o crime, Crimo se vestiu de mulher e tentou fugir, mas foi capturado pela polícia em uma parada de trânsito. Em um primeiro julgamento ele se recusou a confessar a culpa, mas foi detido sem direito à fiança. Ele volta ao tribunal dia 28 de julho, se condenado, pode pegar prisão perpétua.

A meta inicial da arrecadação de fundos no site GoFundMe estava fixado em 500 mil dólares. Até esta quarta, mais de 46 mil pessoas haviam doado. Um deles, o milionário William Ackman, transferiu 18 mil dólares. O montante deverá ser destinado a cobrir os gastos com a criança durante a vida. As autoridades públicas ainda irão decidir quem terá a guarda o menor.