Capoeirista brasileiro morre depois de ser atacado por ladrões em Londres

Iderval Silva, conhecido como Bugrão, tentou evitar o roubo de sua motocicleta e foi agredido

0
1010
Iderval Silva morreu depois de ser agredido (Foto: Facebook)
Iderval Silva morreu depois de ser agredido (Foto: Facebook)

O capoeirista brasileiro Iderval Silva, de 46 anos, morreu na terça-feira (28) depois de ser atacado por um grupo de rapazes em Londres.  Segundo a Polícia Metropolitana, a agressão aconteceu no sábado (25), quando Silva teria tentado evitar o roubo de sua motocicleta, estacionada perto do parque Battersea.

Policiais informaram que Silva foi ferido principalmente na cabeça. Um suspeito de 16 anos foi preso perto da cena do crime. A investigação está sendo conduzida pela Divisão de Homicídios, mas a Polícia Metropolitana já pediu para que testemunhas se apresentem.

“Era um grupo de rapazes jovens, alguns em bicicletas, que estavam circulando na área antes do ocorrido”, disse em nota o investigador Mark Cranwell. “Há uma investigação urgente em andamento e estamos determinados a encontrar os responsáveis.”

A vítima, conhecida na capoeira como contramestre Bugrão, foi levada para o hospital após a agressão. Ele deixa um filho de 24 anos, que mora em Portugal e que viajou a Londres após o ataque.

Natural de Presidente Prudente, interior de São Paulo, Iderval é descrito por amigos como uma pessoa pacífica e tranquila, que gostava de ensinar capoeira e era querido pelos alunos. (Com informações do G1).