Carnaval do Rio: 1 milhão de turistas e R$ 3 bi gerados

0
1473

Maior festa popular do Brasil, o Carnaval do Rio de Janeiro atraiu 1,026 milhão de turistas, que movimentaram cerca de R$ 3 bilhões, segundo balanço prévio divulgado pela Secretaria Especial de Turismo/Riotur e citado em reportagem da revista Época Negócios.

A ocupação hoteleira no período atingiu média de 85% na cidade, contra 83,79% no carnaval de 2015, segundo a Riotur, com base em informações da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (Abih-RJ). Os maiores índices médios foram observados nos bairros de Ipanema (92%) e Copacabana (88%). Na Barra da Tijuca, a taxa de ocupação foi de 75%. Nos albergues e pousadas, dados da Associação de Cama e Café e Albergues do Estado do Rio de Janeiro (Accarj), que reúne 217 empreendimentos desse tipo, indica ocupação de 94,7%, com possibilidade de ter alcançado 97% até o domingo (14), último dia da festa na cidade.

No Píer Mauá, 13 navios de cruzeiros trouxeram ao Rio de Janeiro 130 mil visitantes. No ano passado, foram 70 mil visitantes nessa modalidade. Somente no domingo de carnaval (7), 11 navios atracaram no píer ao mesmo tempo.

A Riotur informou ainda que o Cordão da Bola Preta foi o bloco que reuniu o maior número de foliões (1 milhão), seguido do Bloco da Preta (300 mil), Bloco da Favorita com Empolga às 9 (200 mil), Sargento Pimenta e Simpatia é Quase Amor (180 mil cada), e Bangalafumenga (100 mil).

O secretário de Turismo do Rio de Janeiro, Antonio Pedro Figueira de Mello, disse à revista Época Negócios que o trabalho para atrair e receber visitantes começa antes do carnaval. “São mais de 30 dias de muito trabalho, contando com o período pré-carnavalesco, diversos shows e bailes populares acontecendo em toda a cidade e ainda o palco maior, que é o Sambódromo”. Segundo Figueira de Mello, a “operação de guerra” do carnaval é coordenada pela Secretaria de Turismo, com apoio de dez órgãos públicos municipais e estaduais.