Carro avança sobre multidão em desfile de Natal, mata 5 e deixa 40 feridos no Wisconsin

Segundo autoridades, motorista estava fugindo da polícia e ato nada tem a ver com terrorismo; homem foi preso

0
870
SUV avançou sobre a multidão e matou pelo menos cinco pessoas

Homens, mulheres e crianças que participavam de um desfile de Natal em Waukesha, no Wisconsin, viveram momentos de terror depois que uma SUV vermelha avançou em alta velocidade contra a multidão. Pelo menos cinco pessoas morreram e outras 40 ficaram feridas, no início da noite de domingo (21).

As autoridades informaram que o motorista estava fugindo da polícia e que ato nada tem a ver com terrorismo.

“Podemos confirmar que cinco pessoas morreram e 40 estão feridas. No entanto, esses números podem mudar à medida que coletamos mais informações”, disse a polícia do condado de Waukesha em um comunicado.

Policiais afirmaram que o carro rompeu barricadas que cercavam o desfile anual na cidade de Waukesha, no subúrbio de Milwaukee, pouco depois das 4:30pm (horário local)

Imagens mostram pessoas assistindo ao desfile quando o SUV passa em alta velocidade. Segundo testemunhas, o motorista avançou contra o desfile atrás de uma banda escolar e também acertou um grupo de idosos.

“O SUV veio a toda velocidade. Então comecei a escutar pessoas gritando”, contou Belen Santamaria, de 39 anos, que estava assistindo ao desfile a partir da calçada.

Outra pessoa que estava no local, Angelito Tenorio, disse ter visto o SUV acelerando “e então escutamos um barulho alto e choros e gritos ensurdecedores de pessoas que foram atingidas”.

Uma mulher disse a uma emissora local que o carro atingiu um grupo de dança de meninas entre 9 e 15 anos de idade e contou que a primeira reação foi de silêncio, seguida de gritos, correria e ajuda aos feridos.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram pequenos grupos ao redor de meninas com pompons brancos espalhadas pelo chão.

“Havia pompons e sapatos e chocolate quente derramado por toda parte. Tive que ir de um corpo esmagado para o outro para encontrar minha filha”, relatou Corey Montiho a um jornal local. “Minha esposa e minhas duas filhas quase foram atingidas. Por favor, rezem por todos”.