Casa Branca autoriza a liberação de $500 milhões em ajuda para refugiados afegãos

O dinheiro será retirado do Fundo de Emergência e Assistência Imigratória para auxiliar refugiados e suas famílias

0
429
Milhares-de-afegãos-desesperados-para-deixar-o-país-lotaram-o-aeroporto-de-Cabul---REUTERS

O presidente Joe Biden autorizou a liberação de $500 milhões para ajudar refugiados do Afeganistão, que estão vivendo dias de caos depois da retomada do poder pelos extremistas do Talibã.

O governo está se preparando para retirar milhares de afegãos que correm risco de sofrer retaliação por parte do Talibã, pois trabalharam com o governo americano.

Em comunicado, a Casa Branca informou que o fundo será retirado do Fundo de Emergência para Refugiados e Assistência Imigratória para “atender questões urgentes”. “Esse dinheiro vai auxiliar vítimas de conflitos e ajudar cidadãos em risco, como resultado da situação atual no Afeganistão”, diz a Casa Branca. O auxílio será usado para a emissão especial de vistos.

O presidente vem sendo duramente criticado por ter ordenado a retirada das tropas americanas do País depois de 20 anos. Na segunda-feira (16), Biden reafirmou em discurso proferido desde a Casa Branca que tomou a decisão certa:  “Nossa missão nunca foi reconstruir o país. Vamos continuar ajudando no que for possível, mas não podemos mais sustentar essa situação”, disse o democrata.