Católicos e protestantes se unem pela reforma imigratória

A coalisão pediu aos políticos para votarem numa reforma imigratória nos primeiros 100 dias da sessão legislativa no Congresso em 2017

0
1440
Reverendo Art Cribbs disse ser necessário lembrar que a pessoa no centro da Cristandade esteve uma vez na mesma posição em que os imigrantes se encontram hoje
Reverendo Art Cribbs disse ser necessário lembrar que a pessoa no centro da Cristandade esteve uma vez na mesma posição em que os imigrantes se encontram hoje

Líderes católicos, incluindo o Conselho Nacional Católico para o Ministério Hispânico, juntaram-se a outros grupos cristãos contra o que eles consideram “retórica anti imigratória”. A coalisão pediu aos políticos para votarem numa reforma imigratória nos primeiros 100 dias da sessão legislativa no Congresso em 2017 e incentivaram os cristãos nos EUA a acolherem e apreciarem os imigrantes. As informações são do Brazilian Times.

A “Bread for the World” (Pão para o mundo, em tradução livre), um grupo cristão cujo foco é o fim da fome, mas também aborda questões sociais, lidera o esforço de unir grupos cristãos variados, assim como organizações que representam os imigrantes latinos, asiáticos, africanos e do Oriente Médio. Eles se reuniram em 27 de setembro para o encontro “We Stand Together. Em um comunicado divulgado pelo Bread for the World, em 28 de setembro, a coalisão alega que ele oferece uma visão de futuro que reflete “a graça e o amor de Deus à todas as pessoas, incluindo os imigrantes indocumentados” e promete “denunciar onde quer que a retórica antimigratória conquiste atenção nacional e quando eventos locais merecerem uma resposta nacional”.

Elisabeth Roman, presidente do Conselho Nacional Católico para o Ministério Hispânico em Chicago disse que “o que nós temos visto na política no último ano”.  “Nós temos visto tantos tons antiimigrante d precisamos nos unir para elevar a nossa voz”.

O Reverendo Art Cribbs, diretor executivo do Movimento Ecumênico pela Integridade Humana (IMHI), que também faz parte do movimento “We Stand Together”, disse ser necessário lembrar que a pessoa no centro da Cristandade esteve uma vez na mesma posição em que os imigrantes se encontram hoje.

Os líderes religiosos, no comunicado postado no website: www.bread.org/westandtogether, encorajam os cristãos e adeptos de outras religiões a se afastarem da “retórica da divisão e desconfiança” que prejudica a estruturação das comunidades e, ao invés disso, falar sobre “o acolhimento de Deus de as pessoas”.