CBP vê aumento significativo de imigrantes da Rússia e Ucrânia na fronteira

Governo também registrou um aumento na apreensão de indianos; causa pode estar ligada à atuação de redes de tráfico humano nesses países

0
906
Aumentam as apreensões de imigrantes de países distantes (Foto CBP)

O Departamento de Homeland Security (DHS) divulgou números que mostram um crescimento significativo de imigrantes vindos da Rússia e Ucrânia tentando atravessar a fronteira dos Estados Unidos com o México.

Essa travessia é feita, na maioria, por imigrantes da América Central e do México, mas nos últimos meses, outras nacionalidades estão sendo registradas.

Em dezembro, dois mil russos e 300 ucranianos foram presos na fronteira. A maioria tentou entrar por San Diego, Califórnia.

Para efeitos de comparação, apenas 53 russos foram apreendidos na fronteira no ano anterior.

O DHS também registrou um aumento na apreensão de indianos, que passou de 800 em dezembro. Mais de 500 turcos também foram presos.

O total de apreensões em dezembro foi de 170 mil, na maioria, imigrantes do Brasil, Colômbia, Equador, Nicarágua e Venezuela, segundo o DHS.

Um agente do Border Patrol comentou o aumento na apreensão de imigrantes de países mais distantes com o site Axios. “Os traficantes de pessoas estão expandindo seus negócios ilícitos para países mais distantes. As pessoas em dificuldades nesses países, decidem se aventurar e muitas vezes não sabem o risco que correm”, disse o agente que preferiu não se identificar.