Chega a cem o número de mortos do furacão Ian; 96 na Flórida e 4 em North Carolina

Autoridades do condado de Lee, onde ficam Fort Myers e Sanibel Island, as duas áreas mais atingidas pelo furacão, estão sendo criticadas por não terem forçado a evacuação total dos moradores

0
956
Ainda é cedo para calcular o prejuízo e as mortes no estado causadas pela passagem do furacão Ian, mas a previsão é que ultrapasse os $4 bilhões (Foto: wtsp.com)
No sudeste da Flórida, ao menos 621 mil casas e empresas estão sem energia (Foto: wtsp.com)

O número de mortos pela passagem do furacão Ian chegou a cem nesta segunda-feira (3), e a expectativa é de que continue a aumentar à medida que mais corpos são resgatados do mar ou retirados dos escombros. 

A última contagem divulgada pelo xerife do condado de Lee no início da noite incluiu 96 óbitos no sudeste da Flórida e ao menos quatro em North Carolina. 

Com ventos de 155 mph, Ian chegou ao continente na quarta-feira (26), devastando completamente a  cidade de Fort Myers e Sanibel Island, que contabilizam a maior quantidade de vítimas fatais: 54, até o momento.

O governador Ron DeSantis disse que muitas pessoas conseguiram deixar suas casas, mas pelo menos 20 mil não seguiram a recomendação. As autoridades estão sendo criticadas por não terem forçado a evacuação total dos moradores. As ruas viraram rios e a água do mar inundou as casas.

Até esta segunda, 621 mil residências e empresas estavam sem energia. Nas casas e prédios comerciais onde a estrutura ainda está de pé, a eletricidades deve ser religada até domingo, disseram autoridades. Além das perdas humanas, o prejuízo material causado pela tempestade é estimado em bilhões de dólares.