Chris Bosh e Miami Heat vivem impasse

Jogador foi diagnosticado com coágulos de sangue na perna pelo segundo ano seguido e não foi liberado pelos médicos

0
1424
Chris Bosh
Chris Bosh

O imbróglio entre Chris Bosh e o Miami Heat está longe de ter um desfecho. O jogador, diagnosticado com coágulos de sangue na perna pelo segundo ano seguido, não foi liberado pelos médicos da franquia. Mesmo assim, o pivô disse que pretende continuar sua carreira na NBA com outra franquia. E é aí que está o problema. As informações são do site da ESPN.

Por contrato, Bosh tem um salário previsto de $23,7 milhões nesta temporada e um total de $75,8 milhões garantido. Mesmo tendo que pagar esse dinheiro ao jogador, o que o Heat não quer é arcar com as cifras no seu teto salarial para ter espaço para se reforçar na próxima temporada.

Para ter espaço no teto salarial, no entanto, o Heat pode usufruir de uma cláusula do acordo financeiro coletivo da NBA que poderia ser ingrata a um ídolo da franquia.

O cenário ideal para a franquia da Flórida nesse caso seria não liberar Bosh para jogar a temporada toda e dispensá-lo depois do dia 1 de março, fazendo com que o jogador não possa mais atuar por nenhuma outra equipe na liga. Dali em diante, o salário do pivô não contaria mais no teto de Miami, que teria espaço para se reforçar no ano seguinte.

Caso Miami dispense ele antes de 1º de março, não só o salário contaria contra o teto do time, como o jogador poderia atuar por outra franquia da NBA. Estando em quadra por 25 partidas por outra equipe, o salário de Bosh volta a figurar no teto do Heat.

De uma forma ou de outra, a história de Chris Bosh no Heat parece estar longe de um fim. Mas independente disso, o final não parece ser feliz. (com ESPN)