Com 70 câmeras e “visão Matrix”, Super Bowl 50 pode revolucionar transmissão na TV

0
1458

No domingo (7), as atenções não se voltarão somente ao campo onde os times Carolina Panthers e Denver Broncos verão quem leva a melhor

Com 70 câmeras e

DA REDAÇÃO – Não é só por marcar exatos meio século de um dos eventos mais importantes do mundo que o Super Bowl 50 vai entrar para a história. A grande final da NFL neste domingo (7), em que jogam o Carolina Panthers e Denver Broncos, pode ser um marco para as transmissões de televisão. O Super Bowl do ano passado registrou 114 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, um recorde de audiência no país norte-americano.

Para 2016, a CBS, rede de televisão que detém os direitos da final da NFL neste ano, prepara algo inovador. Serão nada menos do que 70 câmeras ao longo do Levi’s Stadium, estádio que irá ser sede do jogo entre Denver Broncos e Carolina Panthers no domingo, em Santa Clara,. No ano passado, eram 40 câmeras, 75% a menos.

A maior inovação talvez esteja no “Eye Vision 360”, um conjunto de 36 câmeras colocadas no anel superior do Levi’s Stadium, que permite uma visão em primeira pessoa de qualquer um dos jogadores em campo.

A resolução de 5k, a mais alta usada em toda a história, permite que a câmera dê o zoom para “entrar” ou “sair” da visão de um jogador e girar em 360º, o que dá um efeito parecido com o da série de filmes “Matrix”. Isso tudo, claro, não ao vivo. Essa tecnologia estará disponível apenas nos replays.

Outra novidade neste Super Bowl será a câmera no pylon. Para quem não sabe, o pylon é aquela estrutura laranja que fica nas laterais do campo, indicando onde começa a endzone. A câmera no objeto já vem sendo usada desde a temporada regular, mas estreia em Super Bowls.

A câmera também é equipada com sensors que captam o áudio, o que dá uma dimensão mais intense à jogada. O que também não é novidade, mas sofreu uma melhoria considerável é a “SkyCam”.

Coldplay fará show no Super Bowl

Se o Brasil tem Carnaval, os Estados Unidos têm, no mesmo fim de semana, o mais importante evento do mundo do esporte yankee: o Super Bowl, partida de futebol americano que decide a equipe campeã da liga NFL. No domingo (7), as atenção não se voltarão somente ao campo (onde os times Carolina Panthers e Denver Broncos verão quem leva a melhor).

O evento é caracterizado pela estreia de diversos comerciais de TV em seu intervalo – a gigante do e-commerce Amazon fará um que já é bem aguardado pelo mercado publicitário – e também pelo show de um medalhão da música pop. Neste ano, é a banda britânica Coldplay. O grupo liderado pelo vocalista Chris Martin será assistido por milhões de telespectadores e deve apresentar sucessos de seu mais recente disco, “A Head Full of Dreams”, lançado no ano passado.

O evento será exibido ao vivo na TV americana pelo canal CBS, a partir das 6h30pm (Eastern Time). Mais informações em cbssports.com/nfl/superbowl.

Coldplay fará show no Super Bowl