Comitê apóia projeto de lei de segurança na fronteira

0
731

Projeto deverá ser votado antes do recesso parlamentar

A legislação para bloquear a imigração ilegal foi aprovada no Comitê Judiciário da Câmara de Deputados nesta quinta-feira (08/12), apesar das fortes objeções dos democratas que argumentaram ter a reforma da imigração o dever de equacionar também o problema dos 11 milhões de imigrantes ilegais que já estão no país.

O Comitê Judiciário aprovou a medida numa votação de 23 a 15, preparando o voto para a Câmara de Deputados na próxima semana, antes do Congresso entrar em recesso. O projeto de lei de 169 páginas prevê o aumento de guardas de fronteira, equipamentos para apoio militar na fronteira e reembolso aos policiais das áreas próximas à fronteira que participam da assistência no combate ao tráfico de estrangeiros e à entrada de ilegais.

Requer, ainda, que o Departamento de Segurança Interna detenha até que sejam deportados todos os que tentarem entrar no país ilegalmente e estabelece sentenças mínimas obrigatórias para traficantes de pessoas e para aqueles que foram condenados de reentrar após terem sido deportados.