Comitê Olímpico abre 90 mil vagas de trabalho para os jogos

Com início de contratação em janeiro, vagas para todos os níveis são temporárias e destinadas ao Rio de Janeiro e às cidades do futebol

0
827

DA REDAÇÃO – Um total de 90 mil vagas no Comitê Organizador Rio 2016 está à espera de candidatos – e para já. O Comitê Rio 2016 fez o anúncio na quarta-feira (16). Enquanto 85 mil vagas são destinadas a contratos com empresas terceirizadas, cinco mil destes postos terão recrutamento direto pelo Comitê Rio 2016 realizado pela ManpowerGroup – o processo de seleção está aberto no endereço http://www.talentosmanpowergroup.com.br.

As cinco mil vagas temporárias (de três meses a um ano) ofertadas pela Manpower Groups são destinadas a futuros funcionários do Comitê Rio 2016 e 70% delas são consideradas ‘postos de liderança’, nos quais o contratado conduzirá uma equipe de colaboradores em áreas essenciais para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, como as de transmissão e broadcasting, chegadas e partidas na cidade-sede e nas subsedes Rio 2016, operações no campo de jogo, e tecnologia. Com previsão de preenchimento a partir de janeiro, as primeiras 205 vagas já estão abertas, e a maior parte dos salários varia de R$ 1500,00 a R$ 6000,00. Moradores dos 82 países onde a ManpowerGroup atua poderão se candidatar às vagas, independente da nacionalidade.

As outras 85 mil vagas em oferta serão realizadas por meio de contratos com empresas de serviço, cujos funcionários trabalharão como terceirizados no maior evento esportivo do planeta. Poderão se candidatar candidatos com todos os níveis de escolaridade e de diversas áreas, como alimentação, licenciamento, transporte, serviços de limpeza, acomodações e hospitalidade. Empregos como os de barman, motorista, copeiro, sushiman e açougueiro estão na lista de necessidades para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos – como são vagas visadas para o período dos Jogos, oportunidades como estas surgirão somente próximo a agosto de 2016.

A única exigência para a inscrição é ter 18 anos completos. Embora desejável, a experiência profissional anterior não será pré-requisito para todas as vagas: por meio de cursos, workshops e seminários, a mão-de-obra contratada será treinada e capacitada pelas parcerias fechadas pelo Comitê com a Faetec, Senac e com os Coletivos Coca-Cola. As vagas serão, na sua maioria, destinadas à cidade do Rio de Janeiro, mas todas as cidades do futebol também recrutarão novos selecionados: Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Salvador e São Paulo.