Congresso aprova projeto para tornar 19 de junho feriado nacional

Data conhecida como ‘Juneteenth’ celebra o fim da escravidão nos Estados Unidos; projeto segue para assinatura do presidente Joe Biden

0
683
Juneteenth celebra o fim da escravidão nos EUA (Foto Departament of Defense Education Activity)

Por Ana Paula Franco

Democratas e republicanos se uniram para aprovar o ‘Juneteenth National Independence Day’ como feriado nacional para celebrar o fim da escravidão nos Estados Unidos. A medida precisa ser aprovada pelo presidente Joe Biden para se tornar lei.

O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados por 415 votos a 14. No Senado, o projeto de lei foi aprovado por unanimidade no dia anterior.

“Este dia representa a liberdade”, disse a democrata Sheila Jackson Lee, uma das legisladoras da Câmara que apresentou o projeto de lei para transformar o “Juneteenth” – uma contração de junho e 19 em inglês – em um feriado nacional oficial.

Diante de uma foto antiga de um homem negro com as costas laceradas, Sheila Jackson Lee, uma congressista afro-americana, falou em plenário sobre a “longa jornada” até esta votação.

“Mas aqui estamos hoje, livres para votar pelo Juneteenth como feriado nacional da independência, um feriado federal para os Estados Unidos”, declarou.

“Reconhecer e aprender com os erros do passado é essencial para seguir em frente”, escreveu o senador republicano John Cornyn, que havia defendido o projeto com ela.

Os dois representam o Texas no Congresso. Foi nesse vasto estado do sul que os últimos escravos souberam, em 19 de junho de 1865, que estavam livres.

O presidente Abraham Lincoln havia ordenado o fim da escravidão dois anos e meio antes, ao assinar a Proclamação de Emancipação em 1º de janeiro de 1863. Porém, durante a Guerra Civil (1861-1865), a escravidão continuou nos estados confederados do sul dos Estados Unidos.

O líder do exército confederado, Robert Lee, assinou sua rendição em 9 de abril de 1865. Levou mais de dois meses para que a notícia chegasse à pequena cidade de Galveston, no Texas, em 19 de junho.

O “Juneteenth” já era feriado em alguns estados do país, inclusive no Texas, mas até agora não havia sido designado uma data federal. (Com informações da AFP)