Construção do novo estádio do Orlando City dá green card para investidores brasileiros

0
2838

Quem estiver disposto a desembolsar $500 mil poderá receber o benefício por meio do visto EB5

Orlando City revela detalhes do projeto do novo estádio

DA REDAÇÃO (com Infomoney) – O Orlando City, time de futebol que tem como estrela o brasileiro Kaká, anunciou, na última semana, como será seu novo estádio que está sendo construído na região central da cidade. Para atrair a atenção de investidores brasileiros, o time ofereceu cotas por meio do visto EB5 em que é necessário o investimento de $500 mil. As obras do estádio já foram iniciadas e a previsão de inauguração é para o segundo semestre de 2016.

O investimento garante visto para o investidor, cônjuge e filhos com menos de 21 anos em todo o território dos EUA, o que significa que não é necessário que o investidor more em Orlando. O projeto conta com 99 investidores e já está perto de alcançar o total, com reserva de cerca de 70% do custo do estádio.

Dois advogados envolvidos diretamente no projeto e especialistas em EB-5, Gonzalo Lopes Jordan e Carlos Colombo, afirmam que existe uma busca muito grande por brasileiros de diversas capitais para investirem no estádio. Os investidores são na maioria de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre, por exemplo.

Mesmo com uma eventual mudança no EB-5, que é esperada por especialistas na área para o final de setembro desse ano, com um potencial aumento no investimento mínimo para fazer parte do programa indo de $500 mil para $800 mil, Jordan e Colombo explicam que o projeto já está aprovado na faixa de investimento de $500 mil, não sendo afetado assim por uma eventual mudança nas regras.

Além disso, os advogados citam como outra vantagem o fato de que o estádio já estar com seu financiamento aprovado independentemente do EB-5, o que mostra que essa é uma aplicação segura em um projeto que realmente irá acontecer.

“Estamos orgulhosos de dar de presente aos torcedores do Orlando City a nossa casa no centro da cidade”, disse o proprietário do Orlando City, Flávio Augusto da Silva. “Esse estádio 100% privado será uma obra de arte para nosso clube e nossos torcedores. Criará também mais empregos para a comunidade local e terá impacto econômico significativo para a cidade de Orlando e comunidades da região. Esperamos sediar o primeiro jogo no novo estádio no segundo semestre de 2016”, disse o presidente do clube.

O novo estádio terá capacidade de 29,5 mil lugares, teto nas quatro faces de arquibancadas, 31 suítes, incluindo uma suíte com capacidade para 90 pessoas e outra para 59 convidados, área VIP interna de 780 metros quadrados, terraço de 930 metros quadrados, gramado natural, entre outras estruturas. Atualmente o time joga no Orlando Citrus Bowl, estádio que foi palco da Copa do Mundo de 1994.