Consulado dos EUA em Porto Alegre já está em funcionamento

As entrevistas já podem ser agendadas e terão início na quinta-feira (8)

0
6953
Consulado de Porto Alegre já está funcionando
Consulado de Porto Alegre já está funcionando

DA REDAÇÃO, COM CORREIO DO POVO – O Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre (RS) começou a funcionar nesta segunda-feira (6). Nesta primeira etapa, até quarta-feira (7), o atendimento será exclusivamente para cidadãos americanos. A partir de quinta-feira (8), os brasileiros e outros estrangeiros começarão a ser atendidos.

Uma cerimônia oficial de abertura do consulado na cidade gaúcha será realizada no final do mês de junho. Construído em um terreno onde funcionava um supermercado, o prédio será o novo local para os gaúchos realizarem a entrevista para a concessão do visto. Antes da nova estrutura, quem desejava obter o documento precisava se deslocar a São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília ou Recife para a entrevista.

Os agendamentos para entrevistas de visto no novo consulado já estão disponíveis no site da missão diplomática dos Estados Unidos. Em janeiro deste ano, os Estados Unidos modificaram as regras para a concessão de vistos. A entrevista presencial é obrigatória para todos os brasileiros de 14 a 79 anos que solicitarem o documento de entrada no país.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio Grande do Sul (Abav-RS), João Augusto Machado, a abertura do consulado impulsionará um aumento na procura pelos destinos americanos — atualmente, ir a locais como New York e Miami exige um custo extra com o deslocamento a outro Estado para quem ainda não tem visto. A novidade beneficia tanto quem viaja quanto quem vende pacotes para o exterior.

“Nos casos em que o viajante não se programa, não faz com antecedência, hoje tem um custo de R$ 800 a R$ 1 mil por pessoa. Com o consulado aqui, não terá gastos com passagens, transporte, alimentação e, em alguns casos, hospedagem. Para o turismo, é maravilhoso: muitas pessoas que deixavam de ir para qualquer lugar dos EUA agora vão começar a buscar esses destinos”, comenta.