Covid-19: Vacina da Moderna tem 94,5% de eficácia comprovada

Farmacêutica irá entrar com pedido de uso emergencial nos EUA nas próximas semanas

0
767
Para vacinar é preciso apresentar documento de identificação (foto: pixabay)
Para vacinar é preciso apresentar documento de identificação (foto: pixabay)

O laboratório  Moderna anunciou nesta segunda-feira (16) que sua vacina contra a covid-19, a mRNA-1273, é 94,5% eficaz na prevenção à doença.  

Depois das vacinas da Pfizer e da Sputnik V, esta desenvolvida pela Rússia, este é o terceiro anúncio relativo à efetividade de uma vacina em um curto período.

Os 30 mil voluntários que participaram 3º fase de testes da vacina não relataram efeitos colaterais relevantes. O estudo ainda deve ser revisado e publicado em alguma revista cientifica.

“Esta análise provisória positiva de nosso estudo de Fase 3 nos deu a primeira validação clínica de que nossa vacina pode prevenir a doença COVID-19, incluindo doenças graves”, disse Stéphane Bancel, CEO da Moderna, no comunicado à imprensa.

Na prática, se uma vacina tem 90% de eficácia, isso significa que a pessoa tem 90% menor chance de pegar a doença se for vacinada do que se não for.

Com base nesses dados provisórios de segurança e eficácia, a Moderna irá entrar com pedido de autorização de uso emergencial da vacina nas próximas semanas ao Food and Drug Administration (FDA).

A Moderna é a segunda vacina produzida nos Estados Unidos a divulgar os resultados da terceira fase de testes. Na última segunda-feira (9),a Pfizer e a Bointech  anunciaram que a vacina experimental que desenvolvem de forma conjunta se mostrou 90% eficaz na prevenção do coronavírus, de acordo com dados preliminares da terceira fase dos estudos clínicos.