Criação de vagas fica abaixo das expectativas, mas desemprego cai a 3.9% nos EUA

Em novembro, um recorde de 4.5 milhões de pessoas pediram demissão

0
971
Criação de empregos nos EUA supera expectativas dos especialistas (Foto: Unsplash)
Criação de empregos nos EUA fica abaixo das expectativas dos especialistas (Foto: Unsplash)

O mercado de trabalho dos Estados Unidos adicionou 199 mil novas vagas em dezembro, segundo relatório divulgado pelo Labor Department nesta sexta-feira (7). A taxa de desemprego caiu para 3,9%, ante 4,2% em novembro.

Em novembro, foram criados 249 mil postos de trabalho.

Economistas consultados pela Reuters esperavam abertura de 400 mil vagas e queda na taxa de desemprego a 4,1%. As estimativas variaram de 150 mil a 1,1 milhão de postos de trabalho gerados.

O setor de entretenimento e hospitalidade adicionou 53 mil novos postos de trabalho. Essa indústria é uma das mais afetadas pela falta de mão-de-obra. Desde o início da pandemia, mais de 1.2 milhão de empregados do setor pediram demissão.

Recorde em pedidos de demissão

Em novembro, um recorde de 4.5 milhões de americanos pediram demissão. O maior número de demissões foi registrado na indústria de hotéis e também na área da saúde. Outros setores que viram os empregados irem embora foram transportes, fábricas e no setor público.

“Trabalhadores seguem pedindo demissão em níveis históricos. Isso acontece em áreas com baixa remuneração. A grande questão é se isso vai persistir em 2022”, comenta o economista do Ineed, Nick Bunker.