Criança de 11 anos é a vítima mais jovem da Covid-19 na Flórida

Daequan Wimberly era portador de necessidades especiais e havia superado outros obstáculos, mas não essa doença

0
1112
Criança de 11 anos morreu vítima de Covid-19 em Miami-Dade (Foto Arquivo Pessoal)

O pequeno Daequan Wimberly tinha necessidades especiais e era chamado de “campeão” pelos familiares devido aos “vários obstáculos ” que havia superado. Nesta quinta-feira (2) ele se tornou a vítima mais jovem do coronavírus em Miami-Dade (FL).

“Eu amava o jeito que ele tratava as pessoas, o jeito que ele demonstrava amor pelas pessoas, e isso me faz pensar na simplicidade do amor e quão longe ele alcança” disse o pai do garoto em entrevista ao Miami Herald.

Daequan é o terceiro menor de idade a falecer por problemas relacionados ao coronavírus na Flórida. As outras vítimas foram uma menina de 16 anos do condado Lee, e um menino de 17 em Pasco County.

Segundo dados do Departamento Estadual de Saúde, cerca de 16% dos contaminados na região têm entre 15 e 24 anos, e 20% entre 25 e 34 anos.

O governo não identifica as pessoas em seus relatórios, mas listou a criança de 11 anos entre as últimas mortes confirmadas pela Covid-19.

Quem puder colaborar com a campanha de doações para Daequan clique aqui.