Denúncias relatam usos de ID falsos para furar a fila da vacina contra a covid-19

A Flórida está disponibilizando vacinas apenas para pessoas acima de 65 anos de idade. Entrentanto, denúncias indicam que cidadãos fora dessa faixa etária poderiam estar usando documentos falsos para serem imunizados antes da hora

0
619
Para vacinar é preciso apresentar documento de identificação (foto: pixabay)
Para vacinar é preciso apresentar documento de identificação (foto: pixabay)

A redação do AcheiUSA recebeu denúncias de leitores que informaram que algumas pessoas estariam fraudando o processo de vacinação contra a covid-19, através da apresentação de documentos de identificação com idades alteradas.

Neste momento, a Flórida está disponibilizando vacinas apenas para pessoas que possuem acima de 65 anos.

Em contato com o Florida Department of Health, órgão responsável por organizar a distribuição das doses no estado, o jornalismo do AcheiUSA foi informado que ao realizar o agendamento antecipado é preciso informar dados pessoais que devem ser comprovados no dia de tomar a vacina.

“A pessoa precisa levar documentos de identificação que irão constar em um cartão que ele irá utilizar para tomar a 2º dose 21 dias após receber a 1º. Então, a menos que apresente um documento de identificação completamente falsificado, não é possível tomar a vacina sem possuir a idade mínima exigida”, comunicou a assessoria de imprensa do departamento de saúde.

Na Flórida, o uso de identidade falsa é tratado como crime de terceiro grau e a pessoa condenada pode pegar até 5 anos de prisão, além de multa. Caso o falso documento seja entregue a uma autoridade pública estadual, como no caso dos agentes que estão atuando no processo de vacinação contra a covid-19, a pena pode ser agravada.

Mais informações sobre os documentos a serem apresentados no dia da vacinação podem ser obtidas pelo telefone: (866) 779-6121 | ou e-mail: COVID-19@flhealth.gov.

Se você está no condado de Broward ligue para:  (954) 467-4700.