Depois de 78 dias, New York dá início à reabertura da cidade

Cidade foi a última do Estado a dar início à fase 1 de reabertura; restaurantes permanecem fechados, bem como atrações turísticas

0
807
Moradores de NY já estão se aglomerando nas calçadas, mesmo que a ordem de estar em casa não tenha expirado
New York deu início à reabertura nesta segunda, 8 (Foto: Sandra Colicino- AcheiUSA)

New York City dá início, nesta segunda-feira (8), à fase 1 de reabertura depois de 78 dias de lockdown devido à pandemia do coronavírus.

A cidade teve o maior número de casos e mortes nos Estados Unidos, com 260 mil casos e 16.800 mortes apenas na cidade de NY. No estado foram 378 mil casos e mais de 24 mil mortes. Para efeitos de comparação, o estado da Flórida tem 63 mil casos e 2.700 mortes pelo coronavírus.

A partir de hoje, trabalhadores da construção civil e de fábricas estão autorizados a voltar ao trabalho. Lojas poderão funcionar para que os clientes busquem mercadorias compradas online e restaurantes só poderão reabrir na próxima fase.

Salões de beleza, bares, hotéis, shows da Broadway e museus permanecem fechados.

A cidade de New York foi a última do estado a dar início à reabertura.

As cinco primeiras regiões a reabrirem em 15 de maio foram North Country, Western New York, Finger Lakes, Mohawk Region e que agora já estão estudando a transição para a fase 2 de reabertura. Em seguida, foram Capitol Region, onde fica Albany, a capital do estado, que reabriu para fase 1 em 20 de maio, Mid-Hudson abriu em 24 e a última região a ser reaberta até o momento foi Long Island, em 25 de maio.

O governador de NY, Andrew Cuomo, comemora a queda no número de casos e a reabertura consciente. “Veja o que fizemos. Achatar a curva? Mais que achatar, nós dobramos a curva”, disse o governador Andrew Cuomo no domingo. “Somos dobradores de curvas, se houver algo assim”.