Foguete da SpaceX será lançado com dois astronautas a bordo na Flórida

Há nove anos, os EUA não lançavam um foguete com astronautas a bordo. Lançamento está previsto para às 4:33pm desta quarta-feira, se não chover

0
1313
Astronautas que participarão da missão da NASA (Foto: Kim Shiflett/NASA)

É grande a expectativa para o lançamento do foguete Falcon 9, da SpaceX, do Kennedy Space Center em Cape Canaveral (FL), com dois astronautas a bordo. O lançamento estava previsto para a tarde desta quarta-feira (27), mas foi adiado para o fim de semana devido ao mau tempo. Este será o primeiro voo com tripulantes partindo de solo americano em nove anos.

A cápsula Crew Dragon transportará os astronautas Doug Hurley, de 53 anos, e Bob Behnken, de 49 anos, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) a partir do foguete Falcon 9.

Em razão das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, o público em geral foi convidado a acompanhar o lançamento da Crew Dragon pela transmissão ao vivo. Está prevista a participação do presidente Donald Trump ao evento.

Destinado a desenvolver naves espaciais privadas para transportar astronautas americanos ao espaço, o programa de tripulação comercial da Nasa começou sob o governo de Barack Obama.

A Nasa concedeu à SpaceX mais de $3 bilhões em contratos desde 2011 para construir a espaçonave. Os dois astronautas, que têm larga experiência em viagens espaciais, vão atracar na ISS, onde dois russos e um americano esperam por eles. A operação levou cinco anos a mais do que o planejado.

“Tem sido uma história de sucesso”, disse à AFP Scott Hubbard, ex-diretor do Centro Ames da Nasa no Vale do Silício, que agora leciona em Stanford.

“Houve um grande ceticismo”, lembrou Hubbard, que conheceu Musk antes da criação da SpaceX e também preside um painel consultivo de segurança da SpaceX.

Segundo a AFP, a missão tripulada, chamada Demo-2, é de fundamental importância para Washington por duas razões. A primeira é quebrar a dependência da NASA em relação à Rússia. E a segunda é catalisar um mercado privado de “órbita terrestre baixa”, aberta a turistas e empresas.

Para assistir o lançamento ao vivo acesse: https://www.nasa.gov/nasalive (Com informações da AFP) (Com informações da AFP)