Depois de protestos no fim de semana, autoridades adiam reabertura de praias de Miami-Dade

No fim de semana, dezenas de pessoas foram presas em Miami-Dade, Broward e Palm Beach durante manifestações contra a morte de George Floyd

0
655
Manifestantes em Fort Lauderdale (Foto Reprodução Local10 News)

A reabertura das praias de Miami Beach e das cidades do condado de Miami-Dade estava programada para esta segunda-feira (1), mas foi adiada devido às manifestações que acontecem em diversas cidades americanas contra a morte de George Loyd por um policial na semana passada.

Segundo o prefeito de Miami-Dade, Carlos Gimenez, a reabertura vai depender do comportamento dos manifestantes nos próximos dias. “Tudo depende do que vai acontecer nos próximos dias. Vamos reabrir quando tudo estiver calmo e em paz”, disse Gimenez.

As praias de Miami-Dade estão fechadas desde meados de março devido à pandemia do coronavírus. Moradores da cidade estão pedindo para reabrir as praias há algum tempo.

Gimenez disse que, caso a situação se acalme, a reabertura pode ocorrer na terça-feira (2).

O condado teve toque de recolher na noite de domingo entre 9 da noite e 6 da manhã desta segunda-feira.

Protestos no fim de semana

O fim de semana foi de protestos nas principais cidades de Miami-Dade, Broward e Palm Beach. Em Fort Lauderdale a polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes. Em Miami, pelo menos 57 pessoas foram detidas pela polícia. Esses três condados tiveram toque de recolher decretado na noite de domingo.

Fachadas de lojas foram pichadas, vidraças quebradas, carros de polícia incendiados e lojas foram saqueadas durante os protestos.

O governador Ron DeSantis deslocou 400 membros da Guarda Nacional para, segundo ele, “preservar a paz e a segurança pública”.

Homens da Guarda Nacional estão fazendo a vigilância da Las Olas Boulevard na manhã desta segunda-feira. Algumas lojas registraram danos e, de acordo com um comerciante, um quadro de $58 mil foi destruído na Wentworth Gallery.

Em West Palm Beach, manifestantes com faixas e cartazes começaram o protesto na Rosemary Square, seguiram até a Okeechobee Boulevard até a South Dixie Hightway. Parte da I-95 foi interditada na região para preservar a segurança de quem protestava.

Diversas cidades dos Estados Unidos tiveram manifestações neste fim de semana. Vinte e seis estados solicitaram o apoio da Guarda Nacional.

Manifestantes em Fort Lauderdale (Foto Reprodução Local10 News)