DeSantis recebe críticas ao ser flagrado sem máscara no Super Bowl

    0
    361

    O governador Ron DeSantis foi um dos cerca de 22 mil fãs que tiveram a chance de assistir ao Super Bowl LV – vencido pelo Tampa Bay Buccaneers – pessoalmente, na noite de domingo (7).

    Uma das regras estabelecidas pelo Centers for Disease Control (CDC) para todos os presentes foi que as coberturas faciais fossem obrigatórias e só pudessem ser removidas para ingerir alimentos ou bebidas.

    Entretanto, o governador da Flórida foi flagrado em uma foto sem máscara e a menos de seis pés de distância de outra pessoa com quem estava falando. A foto foi compartilhada no Twitter pelo jornalista, Marc Caputo, e gerou uma avalanche de reações negativas.

    “Sem máscara, sem moral, sem problemas”, escreveu uma usuária do microblog. “Ele adotou uma postura horrível sobre esse assunto”, tuitou outra.

    No post de compartilhamento da foto no Twitter, Caputo escreveu: “Peguei DeSantis antes de ele sair do evento e mostrei a foto dele perguntando. Alguém disse, ei, você estava no Super Bowl sem máscara, mas como diabos eu vou ser capaz de beber uma cerveja com uma máscara? Vamos. Eu tinha que assistir a vitória dos Bucs”, tuitou.

    Poucos dias antes de o evento começar, a prefeita de Tampa Bay, Jane Castor, assinou uma ordem-executiva exigindo o uso de máscaras em todas as festividades do Super Bowl, mas muitas pessoas ignoraram.

    Em setembro do ano passado, DeSantis proibiu os governos locais de exigirem o uso de máscara em locais públicos e multarem os cidadãos que se recusarem a usar a cobertura. Ele prorrogou essa ordem em novembro.

    Além disso, o governador da Flórida foi um dos últimos no país a emitir uma ordem de stay-at-home durante o pico da pandemia em 2020.