DeSantis prorroga proibição aos condados de multar quem não usar máscaras

Medida assinada pelo governador também impede que condados ordenem o fechamento de restaurantes e bares

0
926
Decisão do governador vai na contramão de vários governos estaduais de todo o país (foto: flickr)

O governador da Flórida, Ron DeSantis, estendeu a ordem executiva que proíbe os governos locais de multarem cidadãos que não usarem máscaras em locais públicos.

 A ordem inicial foi assinada em 25 de setembro passado e sinalizou a transição do estado da Flórida para a fase 3 de reabertura da economia. A prorrogação assinada nesta segunda-feira (23), também impede que as cidades e condados ordenem o fechamento de restaurantes e bares sem justificar os impactos econômicas que isso causaria.

A decisão de DeSantis ocorre em um momento em que governos estaduais em todo o país estão trazendo de volta algumas medidas restritivas devido ao aumento exponencial dos casos de contaminação. 

Nesta terça-feira (24) a Flórida ultrapassou a marca de 950 mil casos, de acordo com o relatório diário do Florida Department of Health.

Na semana passada, um grupo de cinco prefeitos de várias regiões da Flórida se reuniu para articular um plano de ação para conter o avanço da covid-19. Eles discutiram a atuação do governador ante o quadro atual da doença no estado:  “É preciso a exigência obrigatória de do uso de máscaras para que haja consistência, permitindo-nos, como condados e cidades individuais, determinar quais outras restrições fazem sentido”, disse o prefeito de São Petersburgo, Rick Kriseman, durante a reunião realizada pelo Zoom.

“Desde que o governador abriu totalmente a economia no final de setembro e simultaneamente evitou que os governos locais aplicassem os mandatos de máscaras individuais, vimos um aumento enorme”, relatou o prefeito de Miami Beach, Dan Gelber.

Ao contrário de vários outros governadores, em sua maioria Democratas que promulgaram restrições rígidas ou pediram moderação durante o feriado Thanksgiving, DeSantis não planeja tal ação. Em vez disso, ele espera uma semana tranquila com sua família, informou o porta-voz Fred Piccolo.