DeSantis quer $8 milhões para remover indocumentados presos na fronteira e trazidos para Flórida

Governador acusou Biden de já ter enviado para o estado, clandestinamente, 76 voos lotados de imigrantes detidos na fronteira com o México

0
1927
Governador planeja multar companhias fretadas pelo governo federal que trazem os imigrantes (foto: florida.gov)

O governador Ron DeSantis está propondo um orçamento de $8 milhões para contratar empresas privadas para transportar para outro estado os imigrantes ilegais que são detidos na fronteira e trazidos para a Flórida.  Ele também planeja multar as companhias fretadas pelo governo federal que trazem os indocumentados.”É um tanto irônico, mas é verdade, se você os enviasse para Delaware [estado de Joe Biden] ou Martha’s Vineyard, essa fronteira estaria segura no dia seguinte”, falou DeSantis  durante uma coletiva de imprensa em Jacksonville na sexta-feira (10).  De acordo com o governador, o dinheiro para remover os imigrantes virá dos juros acumulados de fundos federais e de uma série de projetos legislativos.

Ele acusou o presidente Biden de já ter enviado, clandestinamente, 76 aviões carregados de imigrantes desde o mês de maio. “O governo Biden faz planos e os embarca para a Flórida nas primeiras horas da manhã”, disse ele. 

Não ficou claro  como exatamente a medida funcionará e de que forma o estado vai rastrear os supostos voos fretados pela administração federal. Antes de entrar em operação, será necessária a aprovação da maioria dos parlamentares estaduais para garantir o financiamento da ação. Além disso, existem regras para uso de fundos enviados pela Casa Branca aos estados. Em nota ao jornal Miami Herald, o U.S. Treasury Department informou que não concorda previamente com o uso dos juros acumulados de fundos para financiar o programa de imigração da Flórida, e que o estado pode ter que reembolsar o governo por mal uso dos recursos. O gabinete do governador não respondeu às solicitações de detalhes da proposta.