DeSantis supera Trump em nova pesquisa e vence na preferência dos republicanos para 2024

Enquanto Trump cai na preferência dos conservadores para disputar a vaga de Biden, DeSantis surge como o novo rosto do Partido Republicano, aponta pesquisa

0
706
O governador da Flórida, Ron DeSantis (foto: The Washington Post)

Mais uma vez o governador da Flórida, Ron DeSantis, desponta como favorito do Partido Republicano para concorrer às eleições presidenciais de 2024. Pelo segundo ano consecutivo, a pesquisa realizada pelo Western Conservative Summit coloca DeSantis à frente de Trump na preferência para derrotar os democratas. Segundo o levantamento, o governador é a escolha de 71,01% dos filiados, contra 67,68% do ex-presidente. Na sequência, está o senador Ted Cruz, do Texas, com 28,7%.  

Apesar de nem DeSantis nem Trump terem declarado abertamente a intenção de concorrer ao pleito, os dois já protagonizam um duelo silencioso pelo favoritismo republicano. Em outubro do ano passado, Trump disse em uma entrevista ao site Yahoo Finance, que o floridiano deveria desistir de competir com ele. “Eu irei derrotá-lo como derrotaria todos os outros, francamente”, falou Trump na ocasião.

Enquanto isso, o governador ganha terreno entre os mais conservadores reabrindo discussões sobre aborto e ampliação do acesso às  armas na Flórida, e atacando a comunidade LBGTQ+. 

No mês passado, a revista Times incluiu DeSantis na lista das cem pessoas mais influentes do mundo, citando o fato de ele ter mantido escolas e negócios abertos durante os meses mais críticos da pandemia de covid-19. A medida, segundo os editores da Times, respeitou as liberdades individuais e evitou a quebra da economia do estado. “Há outros candidatos e políticos que as pessoas gostam ideologicamente, mas nenhum tem a empolgação que DeSantis tem”, disse o ativista republicano Wesley Donehue ao site Politico. “DeSantis quase transcendeu a política para se tornar uma celebridade”, completou.

Apesar da incerteza sobre a candidatura à vaga de Joe Biden, DeSantis já anunciou que vai tentar a reeleição no nível estadual.