Desempregados da Flórida deixarão de receber auxílio-desemprego estadual em junho

Estado se uniu a outros 22 que encerrarão o pagamento de $300 semanais feito pelo governo federal aos trabalhadores fora do mercado

0
1693
Dinheiro deixará de ser entregue aos desempregados do estado a partir de 27 de junho (foto: flickr)
Dinheiro deixará de ser entregue aos desempregados do estado a partir de 27 de junho (foto: flickr)

O governo da Flórida anunciou na última semana que vai suspender o pagamento complementar de $300 semanais feito aos desempregados do estado a partir do próximo dia 26 de junho.

Com a medida, o estado se junta a outros 22, todos liderados por Republicanos, que cancelarão o repasse. O auxílio desemprego federal continua a ser pago até o dia 6 de setembro.

Os $300 são pagos automaticamente de forma adicional aos $275 transferidos pelo governo estadual aos desempregados na base de dados do Florida Department of Economic Opportunity.

De acordo com o governador Ron DeSantis, a medida busca impulsionar os trabalhadores a aceitarem novas ofertas de emprego.

“Os empregos estão aí”, disse DeSantis durante entrevista coletiva . “Estou confiante, com quase meio milhão de vagas abertas, de que as pessoas serão capazes de conseguir um emprego e voltar a trabalhar”, completou.

A demanda por eliminar o valor extra no seguro-desemprego federal, segundo o governador, partiu dos próprios grupos empresariais que alegam ter enfrentado escassez de mão de obra pós-pandemia.

 Anna Eskamani, deputada do Partido Democrata de Orlando, FL, pediu às lideranças do estado para reconsiderar a decisão de suspender o benefício.

“É vergonhoso que os líderes políticos da Flórida escolham pontos de discussão ideológicos e chamem os trabalhadores de preguiçosos em vez de ouvir os obstáculos que os trabalhadores enfrentaram para encontrar trabalho adequado em nossa economia ainda em recuperação”, disse Eskamani em um comunicado.

Ela defende que os empregadores aumentem o valor por hora pago aos trabalhadores para motivá-los a aceitar novas ofertas de trabalho.

Além da Flórida, o seguro desemprego complementar será cancelado nos seguintes estados e respectivas datas.

Alabama: 19 de junho
Alasca: 12 de junho
Arizona: 10 de julho 
Arkansas: 26 de junho
Flórida: 26 de junho
Geórgia: 26 de junho
Idaho: 19 de junho
Indiana: 19 de julho
Iowa: 12 de junho
Mississippi: 12 de junho
Missouri: 12
Montana: 27 de junho 
New Hampshire: 19 de junho
North Dakota: 19 de junho
Ohio: 26 de junho
Oklahoma: 26 de junho
South Carolina: final de junho
South Dakota: 26 de junho
Tennessee: 3 de julho
Texas: 26 de junho
Utah: 26 de junho
West Virginia: 19 de junho
Wyoming: 19 de junho